ads-geral-topo
Variedades

Netflix desiste de live-action do He-Man após investir mais de R$ 140 milhões

A justificativa do serviço de streaming foi justamente o elevado orçamento para a realização do longa

Por Estadão

em 20 de jul de 2023, às 08h40

2 mins de leitura

Foto: Reprodução

Depois de investir cerca de US$ 30 milhões (equivalente a R$ 144 milhões, na cotação atual), a Netflix desistiu de produzir o live-action inspirado no personagem He-Man. Pelo menos não por enquanto, o boneco da Mattel não será o próximo a ganhar uma adaptação com personagens humanos. A justificativa do serviço de streaming foi justamente o elevado orçamento para a realização do longa.

Antes de ser assumido pela Netflix, o filme He-Man: Defensores do Universo já havia passado pelas mãos de outros dois estúdios: Warner Bros. e Sony. Os gastos para manter o ator Kyle Allen e a dupla de diretores Adam e Aaron Nee e a compra dos direitos que eram da Sony foram responsáveis pelos gastos de produção já realizados e que foram considerados exorbitantes pela plataforma, de acordo com a Variety.

O roteiro de Defensores do Universo destaca o conflito entre o conhecido personagem e seu inimigo, Esqueleto. O filme tem o mesmo título da série animada que foi fenômeno nos anos 1980. As gravações estavam programadas para começar em fevereiro de 2024.

Além dos altos valores, outro fator que pode ter levado a Netflix a desistir do projeto é a queda brusca nas ações da empresa, que a levou a perder cerca de US$ 50 bilhões em valor de mercado depois que os investidores se preocuparam com as perdas de assinantes. Esse, porém, pode não ser o fim da linha para Defensores do Universo. Fontes da Variety na Mattel confirmaram que o filme não está mais na Netflix, mas não teceram mais comentários a respeito.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape