ads-geral-topo
Esportes

Santos completa 12 jogos sem vencer e se aproxima da zona de rebaixamento

O último triunfo aconteceu há quase dois meses, no dia 14 de maio, no 1 a 0 sobre o Vasco. Somando outras competições, o jejum chega a 12 partidas sem vitórias

Por Estadão

3 mins de leitura

em 03 de jul de 2023, às 09h05

Foto: Raul Baretta/Santos FC

O Santos continua em péssimo momento no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, na Arena Pantanal, o time alvinegro apresentou mais uma vez um futebol fraco, agora sob o comando do técnico Paulo Turra, e perdeu para o Cuiabá por 3 a 0. Agora são sete jogos sem vencer na competição, com quatro derrotas e três empates. O último triunfo aconteceu há quase dois meses, no dia 14 de maio, no 1 a 0 sobre o Vasco. Somando outras competições, o jejum chega a 12 partidas sem vitórias.

Com mais um resultado negativo, o Santos estaciona nos 13 pontos na tabela de classificação após 13 rodadas e está cada vez mais perto da zona de rebaixamento. O Cuiabá pôde comemorar o primeiro triunfo em casa na atual edição, chegou aos 15 pontos e ultrapassou o time alvinegro.

O primeiro tempo serviu para deixar o torcedor do Santos ainda mais preocupado. Paulo Turra optou por um esquema diferente do que Odair Hellmann utilizava, mas o 4-4-2 com Lucas Limas se aproximando de Marcos Leonardo para formar uma dupla de ataque não funcionou. A única finalização aconteceu apenas aos 44 minutos.

O Cuiabá não precisou fazer muito para ser melhor do que o Santos. Mas, quando criou oportunidades, parou em João Paulo. O goleiro continua sendo um dos poucos que se salvam no atual elenco e apareceu para fazer um milagre na cabeçada de Raniele e depois em um chute de Denilson.

Apesar da péssima atuação, Paulo Turra manteve o mesmo desenho para o segundo tempo. A única troca foi por precaução, com Kevyson no lugar de Gabriel Inocêncio, que havia levado amarelo e, por pouco, não recebeu o vermelho. E foi punido pela inércia. Deyverson marcou de cabeça para o Cuiabá.

Bastou levar o gol para o treinador, enfim, desfazer o plano que havia traçado para o jogo. Bruno Mezenga foi fazer companhia para Marcos Leonardo, recuando Lucas Limas para trabalhar na articulação, principal problema no primeiro tempo.

Não deu certo. Paulo Turra fez outras mudanças, desta vez para tentar explorar os lados do campo. Outra vez nenhuma evolução. Qualquer possibilidade de reação foi descartada em cobrança de falta ensaiada, quando Denilson marcou o segundo da equipe da casa. Rikelme ainda fez o terceiro.

FICHA TÉCNICA:

CUIABÁ 3 X 0 SANTOS

CUIABÁ – Walter; Matheus Alexandre, Marllon, Allyson e Rikelme; Raniele (Filipe Augusto), Denilson e Ceppelini (Ronald Lopes); Jonathan Cafu (Emerson Ramon), Iury Castilho (Wellington Silva) e Deyverson (Isidro Pitta). Técnico: Bruno Lazaroni (auxiliar).

SANTOS – João Paulo; João Lucas (Cadu Silva), Joaquim, Messias e Gabriel Inocêncio (Kevyson); Dodi (Sandry), Rodrigo Fernández, Luan Dias (Bruno Mezenga) e Lucas Lima (Lucas Braga); Mendoza e Marcos Leonardo. Técnico: Paulo Turra.

GOLS – Deyverson, aos 7, Denilson, aos 30, e Rikelme, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Gabriel Inocêncio e Messias.

ÁRBITRO – Bruno Mota Correia (RJ).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 13.477 pagantes.

LOCAL – Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape