ads-geral-topo
Esportes

Lucas marca em seu retorno ao São Paulo, mas Flamengo consegue empate

Flamengo emenda seu terceiro jogo sem vencer. Na quarta-feira, ambos decidem se vão à final da Copa do Brasil, em que podem se reencontrar

Por Estadão

4 mins de leitura

em 14 de ago de 2023, às 11h18

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Aniversariante do dia, Lucas Moura tem muito o que comemorar. No Maracanã, anotou seu primeiro gol no retorno ao São Paulo. No placar, empate por 1 a 1, graças a Pedro que impediu uma nova derrota do Flamengo ao converter pênalti nos acréscimos. A partida da 19ª rodada do Brasileirão também marcou a estreia de James Rodríguez com a camisa tricolor.

Em campo, se viu um duelo entre visitante com atletas reservas querendo provar seu valor e outra, em crise, com um futebol pouco motivado. O empate breca reação do São Paulo na temporada, mas a atuação foi positiva para os atletas mostrarem que o treinador pode contar com eles. Já o Flamengo emenda seu terceiro jogo sem vencer. Na quarta-feira, ambos decidem se vão à final da Copa do Brasil, em que podem se reencontrar.

Antes de a bola rolar, os jogadores do Flamengo mostraram seu carinho pelo técnico Dorival Júnior, enquanto Jorge Sampaoli parece cada vez mais isolado. A torcida não poupou o time e a diretoria de críticas e vaias.

Com o time titular descansando para enfrentar o Corinthians, Dorival viu seus reservas se postarem de forma valente no começo da partida. O Flamengo manteve a mesma postura dos últimos jogos, sem muita fome e com energia abaixo da necessária para um jogo. Só Arrascaeta destoava. Da defesa ao ataque, o São Paulo mostrava estar bem treinado, com movimentos em sintonia, sem grandes diferenças para os principais atletas.

O São Paulo se sentiu bastante à vontade no jogo, soube controlar os movimentos em compasso de espera por uma oportunidade de inaugurar o placar. E quem marcou foi Lucas Moura. Com espaço, o camisa 7, que completa 31 anos neste domingo (13), chutou de fora da área, rasteiro e no cantinho, para marcar seu primeiro gol no retorno ao time tricolor. “É um sentimento muito especial. Desde que cheguei, mentalizei esse jogo para ser titular e fazer o primeiro gol”, disse o aniversariante.

A abertura do marcador só acentuou o tom hostil da torcida do Flamengo. Submisso em campo, o conjunto rubro-negro deu poucos sinais de reação no Maracanã. Gabigol parou uma vez em Jandrei, mas foi só. A naturalidade com que o São Paulo entrou em campo ajudou na construção da vantagem diante de um Flamengo inoperante.

Para o segundo tempo, Sampaoli trocou Arrascaeta e Thiago Maia para dar lugar a Éverton Ribeiro e Gerson. O time ganhou um pouco mais de brio, e Jandrei precisou trabalhar um pouco mais. Com menos posse de bola, o São Paulo ficou resguardado em seu campo, sem criar em contra-ataque.

Para reagir, Dorival chamou o titular Nestor e promoveu a estreia do colombiano James Rodríguez, aos 21 minutos. Ainda sem muito ritmo, o meia arriscou algumas jogadas de velocidade, dribles e finalizações. Com o andar dos ponteiros, o São Paulo pôde amornar o duelo. O desânimo rubro-negro refletia nas arquibancadas, que chamou o time de “sem vergonha”.

Mas, no apagar das luzes, Luiz Araújo sofreu pênalti de Michel Araújo após uma investida da ponta direita para a área. Pedro bateu no cantinho e deixou tudo igual no placar. Jandrei acertou o canto e resvalou na bola, mas não houve jeito de impedir o empate do Flamengo.

O São Paulo volta a jogar na próxima quarta-feira, às 19h30, no Morumbi. Em desvantagem após perder por 2 a 1 no jogo de ida contra o Corinthians, o time de Dorival precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para ir à final. Um triunfo tricolor simples leva o duelo para os pênaltis.

Já o Flamengo atua no mesmo dia, mas às 21h30. Novamente no Rio, a equipe rubro-negra pode até perder por um gol de diferença após ganhar do Grêmio na ida por 2 a 0.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 1 SÃO PAULO

FLAMENGO – Matheus Cunha; Wesley, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Allan, Thiago Maia (Gerson) e Victor Hugo (Luiz Araújo); Arrascaeta (Éverton Ribeiro), Bruno Henrique e Gabigol (Pedro). Técnico: Jorge Sampaoli.

SÃO PAULO – Jandrei; Nathan Mendes, Diego Costa, Alan Franco e Welington (Raí Ramos); Gabriel Neves (Negrucci), Alisson (Rodrigo Nestor) e Michel Araújo; Lucas Moura (Wellington Rato), Alexandre Pato (James Rodríguez) e Juan. Técnico: Dorival Júnior.

GOLS – Lucas Moura, aos 38 minutos do primeiro tempo; Pedro, aos 52 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Rafael Rodrigo Klein (RS).

CARTÕES AMARELOS – Wesley, Gerson, Welington, Rodrigo Nestor, Wellington Rato, Alan Franco, Juan, Jandrei e Dorival Júnior.

PÚBLICO – 62.018 torcedores.

RENDA – R$ 5.001.035,00.

LOCAL – Maracanã, no Rio.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape