ads-geral-topo
Esportes

Danilo deve desfalcar Juventus por 20 dias após lesão sofrida na seleção

O jogador de 32 anos foi um dos muitos problemas que o técnico Fernando Diniz teve com seu grupo de jogadores convocados para as rodadas deste mês das Eliminatórias

Por Estadão

em 16 de out de 2023, às 13h10

3 mins de leitura

Foto: Joilson Marconne/CBF

Lesionado, o lateral-direito Danilo se reapresentou à Juventus depois de ser cortado da seleção brasileira e passou por exames mais detalhados que constaram uma lesão de grau baixo no bíceps femoral da coxa esquerda, conforme informado pelo clube nesta segunda-feira. O tempo de reabilitação não foi divulgado pelo clube, mas o estimado para este tipo de lesão, em seu grau mais leve, como é o caso, é que o jogador demore cerca de 20 dias até recuperar as condições de jogo.

Mais utilizado como lateral na seleção, Danilo atua como zagueiro na linha de três montada pelo técnico Maximiliano Allegri na defesa juventina, é titular absoluto e não foi substituído em nenhuma partida do Campeonato Italiano. Agora, perderá pelo menos os três próximos compromissos da equipe, contra Milan, Hellas Verona e Fiorentina. A expectativa é que seja liberado para voltar a jogar até 11 de novembro, em duelo com o Cagliari, duas semanas antes do clássico com a Inter de Milão.

O jogador de 32 anos foi um dos muitos problemas que o técnico Fernando Diniz teve com seu grupo de jogadores convocados para as rodadas deste mês das Eliminatórias. Ele se machucou durante o empate por 1 a 1 com a Venezuela, quinta-feira, em Cuiabá, e teve de ser substituído. Após o apito final, em entrevista, disse que não teria condições de disputar a partida desta terça-feira, contra o Uruguai, e o departamento médico da CBF confirmou a lesão em seguida, o que forçou o corte.

Emerson Royal, do Tottenham, foi convocado para a vaga em aberto. Assim, Diniz acabará a Data Fifa com um grupo sem nenhum lateral de sua lista de convocados original. Além de Danilo, Vanderson havia sido chamado para a lateral direita, mas foi cortado porque se lesionou antes mesmo da apresentação, jogando pelo Monaco, e deu lugar a Yan Couto, do Cádiz, que entrou no segundo tempo da partida contra os venezuelanos para substituir Danilo.

Na lateral esquerda, o treinador também teve de trocar os dois convocados originalmente. Caio Henrique, do Monaco, e Renan Lodi, do Olympique de Marselha, se lesionaram e foram substituídos por Guilherme Arana, do Atlético-MG, e Carlos Augusto, da Inter de Milão. Outra mudança forçada por lesão foi a entrada do atacante David Neres, do Benfica, na vaga de Raphinha, do Barcelona. A última alteração foi na zaga, já que Nino, do Fluminense, sofreu uma entorse leve no joelho esquerdo durante treinamento no sábado e acabou cedendo seu lugar a Adryelson, do Botafogo.

Segundo colocado das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo, com sete pontos, o Brasil enfrenta o Uruguai às 21 horas deste terça-feira, no Estádio Centenário, em Montevidéu, em jogo da quarta rodada.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape