ads-geral-topo
Nacional

Médicos assassinados: Dino aciona PF para acompanhar investigações

Dino citou ainda uma "hipótese" de relação do caso com a atuação de dois parlamentares federais, motivo pelo qual acionou a Polícia Federal para acompanhar as investigações

Por Estadão

em 05 de out de 2023, às 11h10

3 mins de leitura

Foto: Reprodução

O ministro da Justiça, Flávio Dino, classificou o assassinato de três médicos em um quiosque na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, como “execução”. Dino citou ainda uma “hipótese” de relação do caso com a atuação de dois parlamentares federais, motivo pelo qual acionou a Polícia Federal para acompanhar as investigações. “Após providências iniciais, analisaremos juridicamente o caso”.

Marcos de Andrade Corsato, Perseu Ribeiro Almeida e Diego Ralf de Souza Bomfim foram assassinados nesta madrugada por homens que desceram de um veículo e efetuaram diversos disparos contra as vítimas. As imagens mostram o ataque com características de execução, já que nenhum assalto foi anunciado. Diego é irmão da deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP), mulher do deputado Glauber Braga (PSOL-RJ).

Dino disse ainda ter conversado com o governador Cláudio Castro. “Polícia Civil já realizando diligências investigatórias. Polícia Federal também. Secretário Executivo do MJ, Ricardo Cappelli, irá ao Rio e reunirá com a direção da PF e com o governo do Estado. Eu estou indo para a Bahia, reforçar ações lá. Reitero a minha solidariedade aos familiares de todas as vítimas.”

Os profissionais vitimados tinham formação e atuação ligada a São Paulo. Em nota, a Secretaria da Segurança paulista informou que está enviando uma equipe do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa ao Rio para auxiliar nas investigações. “A SSP se solidariza com os familiares das vítimas e está à disposição para colaborar com as apurações para esclarecer o crime.”

Morte no local

Segundo a Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio, policiais militares do 31° BPM (Recreio dos Bandeirantes) foram acionados para uma ocorrência de homicídio na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca.

De acordo com o comando da unidade, no local os agentes encontraram quatro vítimas de disparos de arma de fogo sendo socorridas por militares do Corpo de Bombeiros. Três delas não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Informações preliminares apontam que todos estavam em um quiosque da região quando foram vítimas de disparos de arma de fogo efetuados por ocupantes de um automóvel.

“Agentes do 31° BPM chegaram a efetuar buscas para encontrar o paradeiro dos acusados, mas nada foi constatado. O policiamento foi reforçado na região. A área foi isolada e o local preservado para o trabalho da perícia da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC)”, disse a Polícia Militar do Rio.

Em nota, o Instituto de Ortopedia e Traumatologia (IOT) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) afirma que recebeu com consternação a notícia do falecimento de Marcos de Andrade Corsato, médico assistente dedicado e atuante do grupo de Tornozelo e Pé da instituição, bem como dos ex-residentes Diego Ralf Bomfim e Perseu Ribeiro Almeida.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape