ads-geral-topo
Esportes

Payet marca de falta e Vasco supera o América-MG em São Januário

Com o apoio da torcida, os vascaínos não jogaram bem, mas se superaram na garra e contaram com o talento do francês Payet, que marcou um belo gol de falta nos acréscimos para decretar a vitória

Por Estadão

em 13 de nov de 2023, às 09h33

4 mins de leitura

Foto: Leandro Amorim/Vasco da Gama

Na sua luta para permanecer na elite nacional no próximo ano, o Vasco conquistou uma importante vitória, por 2 a 1, sobre o América-MG, neste domingo (12), em São Januário, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o apoio da torcida, os vascaínos não jogaram bem, mas se superaram na garra e contaram com o talento do francês Payet, que marcou um belo gol de falta nos acréscimos para decretar a vitória.

Após o término da rodada, o Vasco continua fora da zona de rebaixamento. Subiu uma posição, ocupando agora o 15º lugar, com 40 pontos, dois à frente do Bahia, com 38. O América-MG continua perdendo. Por isso, segue em último lugar, com 21 pontos, e já está rebaixado à Série B.

O objetivo vascaíno era confirmar o bom momento e alcançar sua terceira vitória consecutiva, após os triunfos sobre o Cuiabá, por 2 a 0, e sobre o então líder Botafogo, por 1 a 0. O jogo começou em alta velocidade e com gols. Aos 3 minutos, após recuperação de bola na defesa, Gabriel Pec saiu em disparada pelo lado direito e cruzou rasteiro em direção à grande área. Vegetti se antecipou à defesa e desviou para as redes com o pé direito.

Mas foi uma falsa impressão de que seria um jogo fácil. Pelo contrário: aos 12, o América-MG empatou. Do lado direito, Daniel Borges cruzou, Maicon errou o tempo da bola e Mastriani cabeceou sozinho para as redes, deixando tudo igual. Foi o nono gol dele no Brasileiro, seu 20º na temporada.

Sem força no meio-campo, o Vasco perdeu a disputa e deixou o adversário de movimentar com muita facilidade. Apesar do equilíbrio de posse de bola, de finalizações e até passes certos, o América-MG controlou bem as ações em campo e poderia até ter virado o placar se caprichasse um pouco mais no último passe.

Ao término do primeiro tempo, numa reação instantânea da torcida, houve vaias. Os jogadores foram para os vestiários sem participar da entrevista protocolar. O time voltou para o segundo tempo com duas mudanças: o meia Payet entrou no lugar de Praxedes e no ataque uma troca simples com a entrada de Rossi para a saída de Alex Teixeira.

O Vasco iniciou melhor e quase marcou o segundo aos 8. Após cruzamento da direita, Vegetti ganhou a disputa com o goleiro Jori e acertou o travessão. No rebote, Gabriel Pec, também de cabeça, cabeceou por cima. Aos 12, o América-MG respondeu com jogada pelo lado direito e finalização de Lucas Kal na trave esquerda de Léo Jardim.

Na base da troca de passes, o América-MG deu muito trabalho a dupla defensiva vascaína, formada por Maicon e Medel, que não contavam com a proteção adequada do meio-campo. De outro lado, o Vasco insistiu nos levantamentos em direção à área, na esperança de uma bola acabar na cabeça de Vegetti. Ele só teve uma chance aos 32, quando Paulo Henrique foi até a linha de fundo e fez o passe para trás. Vegetti finalizou em cima do goleiro Jori, que saiu e cobriu o ângulo. O time mineiro ainda teve uma chance de marcar, aos 44, quando Martínez invadiu a área sozinho e parou na providencial saída do goleiro Léo Jardim.

Quando tudo parecia perdido, Vegetti sofreu falta na frente da área, e aos 48, surgiu o talento do francês Payet, que cobrou falta com perfeição, de curva, encobrindo a barreira e acertando o ângulo. Na comemoração, Payet apontou para a manga da camisa, onde tem uma imagem de Roberto Dinamite, ex-ídolo do clube e que era exímio cobrador de faltas. Festa gigantesca nas arquibancadas.

Com a Data Fifa e a pausa na competição, os dois times vão ter tempo para se recuperar. O Vasco só volta a campo no dia 22 (quarta-feira) num confronto direto com o Cruzeiro, no Mineirão. O América-MG vai enfrentar o Flamengo, em Uberlândia (MG).

FICHA TÉCNICA:

VASCO 2 X 1 AMÉRICA-MG

VASCO – Léo Jardim; Paulo Henrique (Puma Rodriguez), Maicon, Medel e Lucas Piton; Zé Gabriel (Jair), Paulinho e Praxedes (Payet); Gabriel Pec (Sebátian Ferreira), Vegetti e Alex Teixeira (Rossi). Técnico: Ramón Diaz.

AMÉRICA-MG – Jori;Daniel Borges (Iago Maidana), Júlio (Mateus Henrique), Ricardo Silva e Marlon; Lucas Kal (Alê), Juninho e Emmanuel Martínez; Felipe Azevedo, Mastriani (Renato Marques) e Everaldo (Adyson). Técnico: Diogo Giacomini (interino).

GOLS – Vegetti, aos 3, e Mastriani, aos 12 minutos do primeiro tempo. Payet, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Paulo Henrique (Vasco); Lucas Kal (América-MG).

ÁRBITRO – Sávio Pereira Sampaio (DF).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 19.478 torcedores.

LOCAL – Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape