ads-geral-topo
Esportes

Santos vence o Flamengo e se afasta do rebaixamento do Brasileirão

O time alvinegro chegou aos 37 pontos e se afastou um pouco mais da zona de rebaixamento, enquanto o rubro-negro permanece com 50

Por Estadão

em 02 de nov de 2023, às 07h04

4 mins de leitura

Foto: Gilvan de Souza/CRF

O Santos conquistou três pontos importantes, nesta quarta-feira, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, ao derrotar o Flamengo, de virada, por 2 a 1, em duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time alvinegro chegou aos 37 pontos e se afastou um pouco mais da zona de rebaixamento, enquanto o rubro-negro permanece com 50.

O Flamengo começou com a intenção de pressionar o Santos, mas o time não demonstrou criatividade, além de pouca movimentação para fugir da marcação. Com vários erros de passes, não passou pela marcação santista.

O Santos, bem armado, conseguiu concentrar seus contra-ataques pela esquerda, principalmente com Soteldo. Com a bola parada, criou a melhor chance. Aos 11 minutos, após escanteio pela esquerda, Rossi saiu mal do gol e Joaquim subiu muito para cabecear para fora.

O lance parece que acordou o Flamengo. O setor ofensivo passou a se movimentar mais e Arrascaeta, aos 20, fez ótimo passe no peito de Pedro. O atacante quase fez um belo gol, mas João Paulo defendeu.

Empurrado pela maioria de torcedores no estádio, o Flamengo continuou na pressão e o gol saiu aos 20 minutos. Arrascaeta bateu escanteio pela esquerda, Lucas Braga desviou e Pedro, na segunda trave, abriu o placar no Mané Garrincha.

O gol animou os comandados de Tite, que seguiram no ataque. Aos 26, Ayrton Lucas acertou o travessão de João Paulo. Mas as falhas de posicionamento no setor defensivo continuar a dar chance de contra-ataques para o Santos.

Em um desses lances, aos 32, Soteldo escapou e sofreu falta. O venezuelano sobrou, a defesa carioca falhou e a bola sobrou para Nonato na entrada da área. O meia bateu firme e empatou.

O final do primeiro tempo foi intenso. Gerson foi expulso por acertar uma cotovelada no rosto de Furch. O VAR foi acionado. Mesmo com um jogador a menos, o Flamengo quase fez o segundo, mais uma vez com Pedro. João Paulo, em grande fase, defendeu mais uma.

Já o Santos teve mais espaço para atacar, sempre com Soteldo. O Flamengo esteve desorganizado taticamente nos minutos finais do primeiro tempo.

Com a mudança no panorama da partida, os dois técnicos alteração suas equipes no intervalo. Nabusca por mais marcação no meio de campo, Tite colocou Victor Hugo no lugar de Luiz Araújo, além de Matheuzinho substituindo Wesley. Já Marcelo Fernandes tirou o volante Rincón para colocar o velocista Mendoza.

As mudanças mostram um Santos dominante, com o lado esquerdo muito forte, dando trabalho para Matheuzinho. Aos 11 minutos, Rodrigo Caio entrou no lugar de Arrascaeta. Com a alteração, Tite conseguiu equilibrar o Flamengo e segurar o Santos, mas ficou sem criação.

O jogo ficou morno com as duas equipes sem produzir grandes oportunidades, mas, aos 43 minutos, o zagueiro Joaquim carregou a bola e mandou uma bomba para virar o placar: 2 a 1. A euforia santista foi tão grande, que Lucas Braga, já no banco após ser substituído, recebeu o cartão vermelho por invadir o campo.

O fim do jogo foi tenso. Bruno Henrique ficou bravo ao tomar uma ‘caneta’ de Soteldo, fez falta feia e recebeu o cartão vermelho. A torcida passou a atirar objetos em campo. E mais nada de interesse foi construído em campo.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 2 SANTOS

FLAMENGO – Rossi; Wesley (Matheuzinho), Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas (Everton); Thiago Maia, Gerson e Arrascaeta (Rodrigo Caio); Luiz Araújo (Victor Hugo), Pedro (Gabriel) e Bruno Henrique. Técnico: Tite.

SANTOS – João Paulo; Lucas Braga (João Lucas), Joaquim, Messias e Kevyson; Rincón (Mendoza), Rodrigo Fernández (Dodi), Jean Lucas e Nonato (Maxi Silvera); Julio Furch (Lucas Lima) e Soteldo. Técnico: Marcelo Fernandes.

GOLS – Pedro aos 20 e Nonato aos 32 minutos do primeiro tempo. Joaquim aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Rodrigo Fernández, Lucas Braga.

CARTÃO VERMELHO – Gerson, Lucas Braga e Bruno Henrique.

ÁRBITRO – Rafael Rodrigo Klein (RS).

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

RENDA – Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape