ads-geral-topo
Nacional

Carnaval: veja dicas para evitar cair em golpes com cartão de banco ou celular

a Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs) e outros especialistas dão orientações para evitar dor de cabeça com golpes

Por Estadão

em 01 de fev de 2024, às 15h31

3 mins de leitura

Foto: Reprodução/Internet

O carnaval está chegando, e com ele, a necessidade de precaução contra golpes financeiros durante as festas. Para evitar que as comemorações acabem em surpresas desagradáveis, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs) e outros especialistas dão orientações para evitar dor de cabeça com golpes:

  • Entre as opções de pagamento digital, o uso do cartão é destacado como um dos principais aliados dos foliões por ser meio de pagamento que oferece transações rápidas e mais seguras.
  • Não perca o cartão de vista: Em compras presenciais, é essencial manter o cartão à vista, evitando oportunidades para golpistas.
  • Confira o valor antes de pagar: Antes de aproximar o cartão ou digitar a senha, verifique o valor na máquina.
  • Prefira o pagamento por aproximação: Opte por métodos que ofereçam pagamento por aproximação, geralmente com limites de valor e dispensando a digitação da senha.
  • Cadastre-se para alertas do banco: Receber mensagens sempre que o cartão for utilizado proporciona maior controle sobre as transações.
  • Atenção à aglomeração: Criminosos aproveitam a distração na multidão para aplicar golpes, seja trocando cartões ou utilizando a maquininha.
  • Segundo Adriano Volpini, diretor do Comitê de Prevenção a Fraudes da Febraban, é “importante que a própria pessoa insira o cartão na maquininha, e confira se o cartão devolvido é realmente o seu”.
  • Além dos golpes aplicados nos cartões de crédito, roubos e furtos de celular podem representar prejuízos financeiros com invasões a aplicativos bancários. Para evitar esse problema, a Febraban sugere precauções como:
  • Não armazenar senhas em locais vulneráveis no celular, como bloco de notas e WhatsApp;
  • Utilizar mecanismos de proteção oferecidos pelos smartphones, como senhas e bloqueios de tela;
  • Não utilizar a mesma senha do banco em outros apps;
  • Ajustar os limites do Pix antes de sair de casa;
  • Conferir detalhadamente os dados do pagamento via PIX ao utilizar QR Code.
  • Em São Paulo, o carnaval de rua terá reforço no policiamento com 15 mil policiais militares e seis mil viaturas atuando durante as festas no Estado. O efetivo contará com mil policiais a mais em comparação ao carnaval de 2023.
  • Para inibir roubos e furtos de celulares, o governo federal lançou em 2023 o programa Celular Seguro. O aplicativo, desenvolvido em parceria com a Anatel e Febraban, facilita o bloqueio de smartphones perdidos, roubados ou furtados.
  • O objetivo é aumentar a proteção de dados inibindo ocorrências assim como possíveis invasões e fraudes financeiras. O bloqueio do aparelho acontece a partir do acionamento do sistema pelo usuário, assim, imediatamente operadoras de telefone e bancos são notificados.
  • Para utilizar a funcionalidade, é preciso baixar o aplicativo, disponível para os sistemas Android e IOS, em seguida, cadastrar dados como marca, modelo, número de série, operadora e IMEI.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape