ads-geral-topo
Nacional

Ex-deputado federal Arthur Virgílio Bisneto morre aos 44 anos

Arthur Virgílio Bisneto foi deputado federal entre 2015 e 2019, quando era filiado ao PSDB. Além da passagem na Câmara, ele foi deputado estadual do Amazonas entre 2003 e 2015

Por Estadão

3 mins de leitura

em 29 de maio de 2024, às 08h46

Foto: Reprodução

O ex-deputado federal Arthur Virgílio Bisneto (PL) morreu aos 44 anos, em Manaus, nesta terça-feira (28). Ele é filho do ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência e ex-prefeito da capital amazonense Arthur Virgílio Neto. A causa do falecimento não foi divulgada.

Arthur Virgílio Bisneto foi deputado federal entre 2015 e 2019, quando era filiado ao PSDB. Além da passagem na Câmara, ele foi deputado estadual do Amazonas entre 2003 e 2015 e secretário-chefe da Casa Civil de Manaus entre 2017 e 2018, quando o pai foi prefeito pela última vez.

A morte de Arthur Bisneto foi anunciada pelo pai nas redes sociais, no início da tarde desta terça. “Vou encontrá-lo brevemente. Você pode esperar, meu filho. Sabe que não fujo dos meus compromissos!”, disse o ex-ministro.

O deputado Pauderney Avelino (União-AM) anunciou a morte do deputado durante a sessão do Congresso Nacional que analisou vetos presidenciais nesta terça. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) realizou um minuto de silêncio em respeito à memória do ex-parlamentar.

“Manifestamos nossos profundos sentimentos e o pesar a todos os seus familiares, sobretudo ao seu pai Arthur Virgílio, que honrou por muitos anos a Câmara e o Senado”, afirmou Pacheco.

Nas redes sociais, políticos lamentaram a morte do ex-deputado. O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) desejou forças a Arthur Virgílio Neto. “Senador, não imagino a dor sentida por Vossa Excelência neste instante. Apenas desejo fortemente que Deus conforte o senhor e a sua família hoje e sempre. Um forte abraço”, disse o ex-chefe do Executivo.

O senador e ex-governador do Amazonas, Omar Aziz (AM), publicou uma voto ao lado de Arthur Bisneto a quem chamou de “amigo de longa data”. “Jovem de grande oratória, foi vereador, deputado estadual e federal, e disputou ao meu lado, como candidato a vice, uma campanha de governador. Tinha muito ainda a contribuir com a sociedade”, afirmou o parlamentar.

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil) também prestou solidariedade aos parentes do ex-deputado. “Nenhum pai ou mãe deveria passar pela dor de perder um filho. Minha solidariedade ao ex- prefeito Arthur Virgílio Neto e família pela morte do seu amado Arthur Bisneto. Que Deus o receba com glórias e conforte o coração dos familiares e amigos”, disse.

O líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), se pronunciou logo após Pauderney Avelino anunciar o falecimento do ex-deputado. “Que Deus conforte o coração de todos neste momento tão difícil”, disse o parlamentar.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape