ads-geral-topo
Nacional

‘Peeling de fenol’: clínica de influencer é interditada após morte de empresário

A esteticista Natalia Becker, dona do estabelecimento, ainda não prestou depoimento e é procurada pela polícia

Por Estadão

3 mins de leitura

em 05 de jun de 2024, às 15h07

Foto: Divulgação Redes Sociais

A morte do empresário Henrique Chagas, de 27 anos, após realizar um “peeling de fenol”, é investigada como homicídio pela Polícia Civil de São Paulo. Ele morreu na segunda-feira, 3, após realizar o procedimento estético na clínica de uma influencer, na zona sul de São Paulo.

A esteticista Natalia Becker, dona do estabelecimento, ainda não prestou depoimento e é procurada pela polícia. De acordo com boletim de ocorrência, ela deixou o local logo após a confirmação do óbito. O marido e sócio da suspeita disse que ela vai se apresentar em momento oportuno.

Leia também: Peeling de fenol: como é feito o procedimento ligado à morte de jovem em São Paulo

A Secretaria da Segurança Pública informou que a autoridade policial já está em contato com a advogada da investigada para que ela seja ouvido. O caso é apurado pelo 27º Distrito Policial (Campo Belo).

Nesta terça-feira, 4, a clínica da influencer foi interditada e multada pela Vigilância Sanitária Municipal por exercer procedimentos em desacordo com a legislação vigente. Segundo funcionários, o “peeling de fenol” era realizado corriqueiramente no local.

O procedimento, que consiste na aplicação de um ácido no rosto, é considerado invasivo e deve ser feito por médico especialista, de acordo com o Conselho Federal de Medicina (CFM). “A pele tem características e respostas individuais, e as reações imprevisíveis ocorrem com relativa frequência”, diz parecer da entidade publicado em 2016.

Peeling de fenol

A Sociedade Brasileira de Dermatologia alerta que o procedimento deve ser realizado em ambiente hospitalar com monitoramento cardíaco. Isso porque a substância é tóxica e pode causar arritmias no paciente. Então, pelo mesmo motivo, são necessários exames para verificar a saúde do coração, como eletrocardiograma.

De acordo com o marido de Natalia, tais exames não eram exigidos dos pacientes da clínica. O preparo, segundo ele, consiste somente na limpeza do rosto e aplicação de anestésico antes do fenol.

Segundo o namorado de Chagas, a vítima queria limpar manchas na pele e vinha pesquisando havia alguns meses sobre o procedimento. O empresário era de Pirassununga, no interior de São Paulo, onde vai ser velado e enterrado nesta quinta-feira, dia 6.

A polícia ainda aguarda resultados de exames para determinar a causa da morte do empresário, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape