ads-geral-topo

Heleno convicto que não é alvo de operação

O general Augusto Heleno, ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), irá reafirmar à Polícia Federal, na próxima semana

em 01 de fev de 2024, às 08h47

3 mins de leitura

Charge: Izânio Façanha

Por Leandro Mazzini

Com Walmor Parente, Carol Purificação e Isabele Mendes

Fundaçõe$ partidárias

Os partidos políticos destinaram no ano de 2023 mais de R$ 123 milhões para fundações partidárias, aponta levantamento da Coluna. As fundações são instituições ligadas aos partidos que visam à educação política e à formação e discussão de projetos. Segundo dados disponibilizados pelo TSE, as entidades que mais receberam verbas foram: em 1°, a Fundação Maurício Grabois (PCdoB), com R$ 36 milhões; em 2°, a Fundação Perseu Abramo (PT), com R$ 22 milhões e, em 3°, a Fundação Instituto de Inovação e Governança (União), com R$ 20 milhões. Contudo, os números ainda podem sofrer alterações, visto que os partidos têm até o dia 30 de junho para apresentar a prestação de contas à Justiça Eleitoral. Alguns ainda se encontram com a situação em aberto, caso do Partido Liberal (PL).

Heleno convicto 

O general Augusto Heleno, ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), irá reafirmar à Polícia Federal, na próxima semana, o que já disse em depoimentos à Comissão de Fiscalização da Câmara e em duas CPIs: não tem ou teve conhecimento sobre o suposto esquema de arapongagem montado na Abin. O general tem dito estar convicto de que não será alvo de nenhuma operação. A conferir.

Delegados x CNMP

A Associação dos Delegados de Polícia (Adepol) ajuizou ação (ADI 7592) no STF contra resolução do Conselho Nacional do MP que trata das atribuições para controle externo da atividade policial. Para a entidade, a Resolução 279/2023 viola regras constitucionais, como a falta de competência do CNMP para regulamentar a matéria. Essa função, segundo a Adepol, é atribuída ao MP e deve ser fixada por meio de lei complementar.

PL & Michelle

Desgastado pelas “visitas’ da PF em casas e gabinetes de deputados do partido, o PL aposta na ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro para tentar conter o desgaste interno. Em carta, mensagens e áudios enviados aos filiados, o partido diz que, desde a chegada dela, foram filiadas 22,5 mil mulheres. O aumento, segundo PL, representa “um impressionante crescimento de cerca de 370% em relação ao mesmo período de 2022”.

Na surdina

O presidente do TSE, Alexandre de Moraes, concedeu liminar na noite de terça, 30, e  brecou um processo no TRE de Alagoas movido pelo Republicanos contra o suplente de deputado federal João Catunda (PP). A Coluna apurou que uma eventual anulação poderia provocar recálculo do resultado das eleições no Estado e o deputado Paulão do PT passaria à condição de suplente. Nem a Federação Brasil da Esperança, nem o PT e nem o deputado Paulão haviam tido acesso aos autos do processo no TRE.

Suspiro

A ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, suspirou aliviada após o presidente Lula da Silva descartar a possibilidade de ceder a pasta à deputada Tabata Amaral (PSB-SP) em troca da retirada da candidatura dela à prefeitura de SP. É a segunda vez que a ameaça de queda ronda Luciana Santos. No ano passado, o ministério foi cobiçado pelo Centrão, mas Lula negociou outras pastas.

ESPLANADEIRA

# Casa Cultura Telar e Ministério da Cultura promovem festival cultural no DF. # CEBRI lança 8ª edição da CEBRI-Revista, com panorama do G20. # Campari lança nova garrafa inspirada em Milão. # Sesc Goiás realiza show da banda Ara Ketu no pré-carnaval de Goiânia. # iCities anuncia o Smart City Expo Curitiba 2024. # Câmara exibe, entre 29 de janeiro e 9 de fevereiro, exposição “Retratos do Brasil”, de Lucas Lambert.

As informações/opiniões aqui escritas são de cunho pessoal e não necessariamente refletem os posicionamentos do AQUINOTICIAS.COM

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape