ads-geral-topo

Ministro da Justiça na maciota

O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, adota postura distinta do antecessor, Flávio Dino, para evitar indisposição com o Congresso

3 mins de leitura

em 14 de mar de 2024, às 17h35

Charge: @izanio_charges

Por Leandro Mazzini

Com Walmor Parente, Carol Purificação, Isabele Mendes e Luiza Melo

Na margem de erro

O índice de aprovação do Governo Lula III está, em média, próximo aos registrados no início dos segundos anos das gestões do petista, em 2004 e 2008. Conforme levantamento da Coluna, sondagem CNI/Ibope de março de 2004 apontava 54% de aprovação. Oscilou para 51% dois meses depois. Em 2008, a aprovação do petista foi de 58%, segundo o CNI/Ibope, e chegou a 70% no fim daquele ano, segundo pesquisas do Datafolha e CNT/Sensus. Sondagem Quaest divulgada há uma semana aponta que 51% dos entrevistados aprovam o trabalho do presidente Lula da Silva na atual gestão e 46% desaprovam. A aprovação recuou três pontos percentuais na comparação com a pesquisa anterior, realizada em dezembro de 2023.

Na maciota

O ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, adota postura distinta do antecessor, Flávio Dino, para evitar indisposição com o Congresso. Toma café e dialoga com parlamentares da oposição e governistas com frequência. Foi assim que amaciou a Comissão de Segurança da Câmara que adiou convocação para se explicar sobre a fuga em Mossoró.

Bola da vez

Além do Paraná – caso se confirme a cassação do senador Sergio Moro (União-PR) -, Santa Catarina também poderá ter novas eleições para o Senado Federal. O senador Jorge Seif Junior (PL) é a bola da vez no TSE que irá analisar a contundente recomendação do MP Eleitoral pela cassação dele e dos suplentes.

Joias da Câmara

As moedas finas que o ex-presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, recebeu do governo de Belize estão intactas no acervo da Casa. Assim como os outros 340 presentes recebidos por outros ex-deputados presidentes, como Michel Temer, João Paulo Cunha, Eduardo Cunha e Rodrigo Maia. Nenhum foi retirado ou vendido e alguns estão expostos no salão verde da Câmara.

Persona non grata

O atual diretor-geral da Agência Nacional de Mineração (ANM), Mauro Henrique Moreira Sousa, virou o principal alvo da CPI da Braskem. Prestou depoimento à comissão e a constatação foi de que ele dificulta o acesso às informações. Por isso, foi ligeira a aprovação da quebra do seu sigilo bancário, de 2022 a 2024.

Carreiras & histórias

O empresário José Carlos Grubisich é o convidado do quinto encontro virtual “Carreiras e histórias de orgulho na Rhodia”, promovido pela Associação Ródano, que reúne funcionários e ex-funcionários da companhia. O ex-presidente da Rhodia na América Latina vai falar sobre experiências profissionais e pessoais à frente de uma das maiores empresas químicas do mundo.

ESPLANADEIRA

# Juliana Reinhardt, da Trane, é a nova presidente do Comitê de Mulheres da Abrava. # Café Royal estreou no GNT série documental sobre violência contra as mulheres. # Fundação SURA abre inscrições para o edital “Cultura Latino-Americana”. # Academia da Cerveja, da Ambev, oferece três mil vagas para mulheres. # Escritório Kasznar Leonardos conquista o selo de Empresa B. # Relaxmedic marca presença na 18ª edição da Abradilan Conexão Farma.

As informações/opiniões aqui escritas são de cunho pessoal e não necessariamente refletem os posicionamentos do AQUINOTICIAS.COM

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape