ads-geral-topo
Entretenimento

Hits do carnaval 2024: Quais músicas não vão parar de tocar este ano?

Se antes as músicas mais ouvidas na data se concentravam em gêneros como o axé, as marchinhas, o samba-enredo e o frevo, hoje há espaço para todo mundo

Por Estadão

9 mins de leitura

em 29 de jan de 2024, às 12h23

Foto: Divulgação

Hits do carnaval 2024: Quais músicas não vão parar de tocar este ano? O tempo passou e os hits que embalam o carnaval já não são mais os mesmos. Se antes as músicas mais ouvidas na data se concentravam em gêneros como o axé, as marchinhas, o samba-enredo e o frevo, hoje há espaço para todo mundo.

Leia também: Nosso Lar 2 é grande estreia nos cinemas de Cachoeiro nesta semana

Do funk ao sertanejo, ritmos que antes não eram tão associados ao carnaval ganham espaço em festas de rua e, mais importante, se misturam com outros estilos. A lista das apostas do Estadão para as músicas mais ouvidas no carnaval 2024 tem uniões que podem parecer inusitadas: pagodão baiano com funk, funk agronejo e até versões de pop nórdico.

Para compor a lista, a reportagem observou músicas que vêm despontando entre as mais ouvidas do Spotify e YouTube e, ainda, mostraram um potencial de crescimento nos charts. É claro que canções mais animadas e dançantes que já foram ouvidas em festas de rua também foram priorizadas.

O Estadão conversou com compositores das três primeiras colocadas. Ivete Sangalo, que se apresentou durante o Festival de Verão de Salvador, falou com a reportagem sobre o motivo de Macetando, a primeira colocada na lista, agradar tanto ao público.

O carnaval, afinal, é festejado no Brasil todo e o reflete como é: multifacetado. Veja, abaixo e em ordem crescente, as 10 principais apostas dos hits que não devem parar de tocar na data.

Hits do carnaval 2024: Quais músicas não vão parar de tocar este ano?

10. Joga Pra Lua – Anitta, Pedro Sampaio, Dennis

Anitta já vem fazendo os seus tradicionais Ensaios para o carnaval e não esconde que Joga Pra Lua é a sua principal aposta. Sua parceria com Pedro Sampaio e Dennis, dono de um dos hits mais explosivos do ano passado, Tá Ok, promete temperar a época com o funk que levou a artista à fama. A cantora até ensinou uma dança para a música em um vídeo que já soma mais de 19 milhões de visualizações no Instagram.

9. Dia de Fluxo – Agroplay, Ana Castela, Ludmilla

Parece até uma parceria inusitada, mas a primeira colaboração entre Ana Castela e Ludmilla reflete uma das misturas mais bem-sucedidas da atualidade: sertanejo com funk – e até uma pitadinha de pagode. A música fez parte das gravações do projeto Agroplay Verão Volume 2, no Rio de Janeiro, e também é uma boa aposta para o carnaval.

8. Dentro da Hilux – Luan Pereira, Mc Daniel, Mc Ryan SP

Dentro da Hilux é quase onipresente entre as músicas mais ouvidas do Spotify nos últimos tempos e também tem potencial de levar a mistura entre sertanejo e funk para o carnaval. A canção é uma parceria entre MC Ryan SP, MC Daniel, mas o destaque mesmo é Luan Pereira.

Graças ao hit, Luan se tornou uma das promessas do funk agronejo e memes sobre o que deve ou não estar “dentro da Hilux” inundaram as redes sociais. A música, que ainda ganhou versões de Bruno Mars e Ariana Grande com inteligência artificial, deve agitar os blocos “com o ritmo tuts tuts”.

7. Escrito Nas Estrelas – Lauana Prado

Depois de Kate Bush ter caído nas graças da Geração Z com Running Up That Hill, chegou a vez da “Kate Bush brasileira”. Tetê Espíndola conquistou colocações altas nas paradas musicais com Escrito Nas Estrelas nos últimos tempos depois de a música ganhar uma versão de Márcia Fu.

Foto: Divulgação

Sim, é a ex-jogadora de basquete, mas foi após uma cena em que entoa o hit no reality A Fazenda que o verso “Caso do acaso, bem marcado em cartas de tarô” ganhou lugar na boca do jovens e está entre hits do carnaval 2024. Um pot-pourri na voz de Lauana Prado com uma versão mais dançante da música, porém, é o que domina impressionantes primeiras colocações no Spotify há sete semanas.

No pot-pourri, Lauana dedica a inclusão da música à sua mãe. “Isso aqui foi tema na época do casamento da minha mãe e do meu pai”, declara a cantora em determinado trecho da gravação, mal sabendo que o hit poderia embalar o carnaval em 2024.

6. Pede Pra Eu Ficar – Pabllo Vittar

Quem disse que Roxette não tem lugar no carnaval? A cantora Pabllo Vittar revive a famosa dupla dos anos 1980 em Pede Pra Eu Ficar, versão de Listen To Your Heart, que deu um toque bem abrasileirado de forró ao hit sueco.

A música é o primeiro single do álbum Batidão Tropical Volume 2, continuação do disco em que a artista explora ritmos do Norte e Nordeste do Brasil. O resultado é um tecnobrega com o tempero perfeito para dançar e cantarolar, além de uma boa dose de romantismo do Roxette.

Pabllo não é a primeira a apostar em uma música do duo, que já ganhou versões de artistas como Gusttavo Lima e Gaby Amarantos. Saiba o motivo de haver tantas versões nacionais de canções dos suecos aqui.

5. Cama Repetida – Léo Santana, Zé Felipe

Léo Santana ostenta uma lista de músicas para o carnaval – no ano passado, ele bombou com Zona de Perigo. Este ano, uma parceria do cantor com o sertanejo Zé Felipe ocupa altas colocações entre as músicas mais ouvidas e promete ser um dos destaques.

O hit é uma mistura do pagode baiano do artista com o sertanejo de Zé e faz parte da terceira parte do EP Sofrência ou Fuleragem?, de Léo. A música ainda ganhou um clipe com Lore Improta e Virgínia, mulheres dos cantores. E é claro que tem uma dancinha para aprender e dançar nos bloquinhos.

4. Daqui Pra Sempre – Manu Bahtidao e Simone Mendes

Mais uma música sueca entra para a lista, desta vez com uma versão feita por Manu Bahtidão. Antiga integrante da Banda Batidão, a alagoana está agora nos holofotes com o tecnomelody Daqui Pra Sempre, versão de Tattoo, da cantora Loreen.

A canção é inegavelmente bem sucedida: uma parceria com Simone Mendes, um dos grandes destaques da música nacional do ano passado, e uma mistura de brega e sertanejo. O vídeo de Daqui Pra Sempre conta com impressionantes 222 milhões de visualizações no YouTube.

3. Voando Pro Pará – Joelma

Voando Pro Pará foi lançada em 2016, mas se tornou um “hit improvável” em 2023. Impulsionada pelas redes sociais, a música chegou a fazer o tacacá, prato típico paraense, a ser a comida mais buscada no Google no ano passado.

Isac Maraial, que assina a composição da canção ao lado de Chrystian Lima, Nilk Oliveira e Valter Serraria, não imaginava que a música fosse a voltar a ser tão ouvida, nem que ela fosse ser uma das apostas para o carnaval em 2024. Segundo ele, a faixa – presente no primeiro disco de Joelma após a saída da banda Calypso – sequer foi imaginada para a data.

Isac comenta que a música, composta por pernambucanos, foi feita por “uma saudade do Pará”. “A gente sempre acreditou que essa música traria muita alegria para a gente”, diz ele, que conta que Voando Pro Pará levou dois meses para ser concluída.

A explicação para que Voando Pro Pará também tenha seu lugar na data em 2024 é dada também por Isac. Perguntado sobre o que o carnaval deste ano tem de diferente, o compositor responde: “A cara do carnaval 2024 é a mesma cara de sempre”.

“É a cara da cultura do frevo, das marchinhas, é você cantar o Elefante de Olinda, é o Galo da Madrugada”, comenta o músico. Isac até sugere uma nova versão em frevo para Voando Pro Pará. “Carnaval é isso: é alegria”, afirma.

2. POCPOC – Pedro Sampaio

POCPOC chega como uma forte concorrente ao hit de carnaval. A canção, impulsionada por um clipe em que Pedro Sampaio contracena com Deborah Secco, está há sete semanas entre as músicas mais ouvidas do Spotify.

Pedro, que assina a composição da música com Carolzinha, Elana Dara e Rafinha RSQ, além de produzi-la, diz que apostou em seu principal estilo, a música eletrônica, com batidas profundas de funk para compor o hit. A faixa, feita como parte de PS2, próximo álbum de estúdio do DJ, não foi imaginada para o carnaval, mas Pedro e Carolzinha avaliam que a música “tem tudo a ver” com a festa.

“Quando eu estou fazendo uma música, eu procuro sempre trazer alegria e felicidade para quem está ouvindo. E acho que o carnaval tem muito disso”, diz Pedro. “É cara do verão. Não foi intencional, mas acabou casando perfeitamente com essa época do ano”, completa Carolzinha.

Para eles, o carnaval chega com uma energia diferente, mais “seguro” após a pandemia e com as pessoas querendo festejar ainda mais. “Eu diria que autêntico e com sede de viver intensamente seria uma frase que define bem essa nossa energia do carnaval 2024?, avalia a compositora.

Pedro ainda faz apostas: segundo ele, o funk e o pagode baiano estarão mais fortes do que nunca neste ano.

1. Macetando – Ivete Sangalo e Ludmilla

A grande diva do carnaval, Ivete Sangalo, dá diversos indícios de que Macetando é a sua maior aposta para a época. A canção tem tudo para se tornar o hit da data: uma parceria com Ludmilla, a consequente união do axé com o funk e até um flerte com o fenômeno das dancinhas.

Foto: Divulgação

O clipe da música foi gravado durante o show de Ivete no Maracanã, no Rio de Janeiro, em comemoração aos 30 anos de carreira da cantora. A faixa faz parte do EP Reivete-se, lançado em dezembro.

A letra não esconde o desejo de chegar até o TikTok: “De ladinho, coraçãozinho, manda beijinho pra quem tá filmando”, cantam as duas no refrão. O hit é assinado pela própria Ivete, Samir Trindade e Luciano Chaves.

Pouco antes de sua apresentação no Festival de Verão de Salvador – em que Ivete, inclusive, entoou o hit -, a cantora falou ao Estadão sobre o motivo de a canção agradar tanto ao público. Segundo ela, Macetando une dois fatores que a fazem ser popular: fala uma linguagem que todo mundo fala e tem uma mensagem de “mulheres poderosas chegando na cena”.

A artista se diz muito feliz pela recepção do público. “Eu estou feliz que o povo está ouvindo, se divertindo, e todo mundo, de todas as idades, dança. Eu adoro”, diz.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape