ads-geral-topo
Geral

ESG: preocupação de sustentabilidade também chega no agronegócio

A fertilização organomineral está ganhando espaço nas lavouras brasileiras, em meio aos avanços das técnicas agroecológicas.

Por Redação

em 04 de abr de 2023, às 12h46

2 mins de leitura

Foto: Divulgação

A preocupação com questões ambientais, sociais e de governança (ESG) tem se tornado cada vez mais presente no agronegócio, impulsionada pela necessidade de produção sustentável e pela crescente demanda de consumidores conscientes. Na agricultura, a adoção de práticas sustentáveis pode incluir desde o uso de técnicas de conservação do solo e de manejo integrado de pragas até a utilização de energia limpa e a redução da emissão de gases de efeito estufa.

A fertilização organomineral está ganhando espaço nas lavouras brasileiras, em meio aos avanços das técnicas agroecológicas, onde os produtores buscam formatos sustentáveis capazes de neutralizar as emissões de carbono, restaurar a biodiversidade local e regenerar o solo. Além disso, essa técnica beneficia os produtores por meio de práticas mais econômicas e produtivas.

Image title

Your subtitle here

Daniel Pinho é diretor-geral da Natufert, indústria de fertilizantes organominerais de alto desempenho, para ele a adoção de práticas ESG no agronegócio traz inúmeros benefícios para o setor. Além de melhorar a produtividade e a qualidade dos produtos, a implementação dessas práticas reduz os custos e os riscos ambientais e sociais.

“Adotar práticas ESG no agronegócio é uma necessidade cada vez mais presente, já que isso promove a sustentabilidade do negócio, respeita o meio ambiente e as pessoas envolvidas na cadeia produtiva, além de atender às demandas de um mercado cada vez mais consciente e exigente”, destaca Pinho.

Diversas iniciativas têm sido adotadas para promover essa tendência, tais como a adoção de processos mais limpos, a certificação de sustentabilidade dos produtos agrícolas, a criação de fundos de investimento ESG específicos para o agronegócio e a inclusão de critérios ESG nos contratos de financiamento.

A crescente preocupação com as questões ESG no agronegócio é um reflexo da necessidade de produção sustentável e da demanda dos consumidores por produtos mais conscientes. Para além de uma necessidade, adotar práticas de ESG também se torna uma oportunidade de melhorar a produtividade, a qualidade dos produtos e a imagem das empresas no mercado.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

Assuntos:

Agricultura
ads-geral-rodape