ads-geral-topo
Internacional

Mulher de 95 anos com demência morre após uso de arma de choque pela polícia australiana

A mulher estava recebendo cuidados paliativos depois que policiais usaram uma arma de choque duas vezes contra ela

Por Estadão

2 mins de leitura

em 24 de maio de 2023, às 14h11

Foto: Reprodução/Redes sociais

Clare Nowland, a mulher de 95 anos com demência que foi eletrocutada pela polícia em uma casa de repouso na Austrália, morreu nesta quarta-feira (24), após uma semana hospitalizada. A informação foi confirmada pela polícia do Estado de New South Wales.

“A senhora Nowland faleceu pacificamente no hospital pouco depois das 19h desta noite, cercada por familiares e entes queridos que pediram privacidade durante este momento triste e difícil”, escreveu a polícia em comunicado divulgado.

A mulher estava recebendo cuidados paliativos depois que policiais usaram uma arma de choque duas vezes contra ela. A polícia foi acionada na casa de repouso Yallambee Lodge, na cidade de Cooma, após a equipe da casa relatar que Clare havia pegado uma faca serrilhada da cozinha. Ela se aproximou lentamente da polícia, usando um andador, e foi atingida com a arma. A idosa foi levada ao hospital em estado crítico, com ferimentos graves na cabeça. Clare ainda fraturou o crânio durante a queda.

“Nossos pensamentos e condolências permanecem com aqueles que tiveram a sorte de conhecer, amar e ser amado pela Sra. Nowland durante uma vida que ela levou marcada pela família, bondade e comunidade”, disse a polícia ao divulgar o falecimento da idosa. Segundo eles, a morte ocorreu às 19h (no horário local da Austrália), nesta quarta-feira.

Kristian White, o policial que atirou nela com a arma de choque, enfrentará acusações pelo caso, informou a Associated Press. White foi condenado a comparecer ao tribunal em 5 de julho sob a acusação de causar lesões corporais graves, agressão ocasionando lesões corporais reais e agressão comum, disse um comunicado da polícia. Com a notícia do falecimento, as acusações ainda devem ser atualizadas. O oficial também está sob investigação interna da polícia desde o incidente e foi suspenso do serviço.

A violência contra a mulher despertou um debate na Austrália sobre o uso de armas de choque pela polícia em tais circunstâncias, uma vez que os policiais estão autorizados a usar armas de choque quando vidas estão em perigo. (Com agências internacionais).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape