ads-geral-topo
Saúde e Bem-estar

Osteoporose: diagnóstico precoce pode evitar fraturas

"É possível identificar a perda de massa óssea antes que as fraturas ocorram, por meio de um exame chamado densitometria óssea"

Por Redação

3 mins de leitura

em 26 de jun de 2023, às 09h06

Foto: Divulgação

A osteoporose é uma doença silenciosa que afeta milhões de pessoas em todo o mundo, principalmente mulheres acima dos 50 anos. Caracterizada pela perda gradual de massa óssea, a condição pode levar a fraturas e comprometer significativamente a qualidade de vida dos indivíduos. No entanto, com um diagnóstico precoce e medidas preventivas adequadas, é possível reduzir os riscos e evitar complicações.

Segundo o ortopedista da Unimed Sul Capixaba Saulo Blunck, a detecção precoce da doença é fundamental para um tratamento eficaz e para evitar fraturas. “A osteoporose é conhecida como uma doença silenciosa porque muitas vezes só é diagnosticada após a ocorrência de uma fratura. Mas, é possível identificar a perda de massa óssea antes que as fraturas ocorram, por meio de um exame chamado densitometria óssea”, explica o médico.

O exame, oferecido pela Unimed Sul Capixaba na Unimed Diagnóstico, que fica localizada anexa ao Hospital, é indolor e geralmente feito na coluna lombar, quadril e antebraço. As medidas obtidas comparam a densidade óssea do paciente com referências de pessoas saudáveis da mesma idade e sexo. A densitometria óssea auxilia no diagnóstico, monitoramento da osteoporose e na avaliação da eficácia do tratamento.

Além do diagnóstico, a prevenção também desempenha um papel muito importante contra a osteoporose. Segundo o especialista, além do exame, é importante manter uma dieta balanceada e rica em cálcio e vitamina D, evitar o consumo excessivo de álcool, não fumar, atividade física regular, manter um peso saudável e garantir exposição solar adequada.

Exemplo de autocuidado é a aposentada Luzia do Couto Gonçalves, de 77 anos. Ela descobriu que tem osteoporose há cerca de sete anos por meio da densitometria óssea. E este foi um estímulo para ela cuidar ainda mais da saúde.

“Eu nunca senti dor, só descobri a doença por conta do exame. Faço acompanhamento com o médico da Família e até hoje não precisei fazer uso de remédios. Pratico pilates, caminho, me alimento bem e durmo bem e acho que o segredo é esse. Sou cliente da Unimed Sul Capixaba há mais de 10 anos e uma vez por ano eu repito o exame para acompanhar a evolução. Cuido de mim mesma e acredito que todos devemos nos cuidar. Mesmo com osteoporose, consigo levar uma vida normal e muito ativa”, conta.

Pessoas que moram em Cachoeiro de Itapemirim contam com uma forma de prevenir a osteoporose gratuita, a Caminhada Orientada, iniciativa da Unimed Sul Capixaba aberta a toda a sociedade, não somente clientes da operadora. O projeto conta com orientações e acompanhamento profissional para a prática de atividades físicas e acontece de segunda a quinta-feira, das 6h às 8h da manhã, na avenida Beira-Rio, em Cachoeiro de Itapemirim, em frente ao Teatro Rubem Braga.

Durante a Caminhada Orientada, os participantes são divididos em turmas que partem para a caminhada a cada 15 minutos, realizando alongamento prévio para preparar o corpo para a atividade física.

As inscrições para a Caminhada Orientada são gratuitas e podem ser realizadas no local, com a equipe de coordenação do projeto. Os participantes recebem orientações sobre postura adequada, intensidade do exercício e dicas de segurança durante a caminhada.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape