ads-geral-topo
Internacional

Netflix terá plano mais caro sem anúncios nos EUA e Reino Unido

Para novos clientes, porém, a opção já não pode ser escolhida

Por Estadão

em 19 de jul de 2023, às 14h25

2 mins de leitura

Foto: Reprodução

Depois de lançar seu plano de assinatura com publicidade para Estados Unidos e Reino Unido, a Netflix agora vai acabar com o plano básico nos dois países, obrigando os usuários que querem assistir conteúdos sem “comerciais” a assinarem um plano mais caro.

A decisão da empresa foi publicada pelo site Cord Busters, e depois confirmada pelo site especializado The Verge. Nos dois países, o plano padrão com anúncios começou a ser vendido no final de junho – nos EUA, o valor do serviço fica por US$ 6,99 e no Reino Unido, o pacote sai por 4,99 libras.

Até então, os planos comercializados pelo serviço de streaming eram o “padrão com anúncios”, “básico”, “padrão” e “premium” – os mesmos que, hoje, estão disponíveis no Brasil. A empresa afirmou que os assinantes que já possuem o plano básico vão continuar aptos a utilizar a opção. Para novos clientes, porém, a opção já não pode ser escolhida.

Com isso, a opção mais barata sem os “comerciais” nos dois países fica em torno de US$ 15,49, nos EUA, e 10,99 libras, no Reino Unido, um aumento de mais de 50% em relação ao plano anterior que não oferecia publicidade.

Ainda não é possível saber se, em outros países em que a empresa já opera o plano padrão com anúncios, a exclusão da assinatura básica será afetada.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape