ads-geral-topo
Esportes

Santos sofre apagão após 2 a 0 e cede o empate ao líder Botafogo

Após abrir 2 a 0 com uma atuação defensiva impecável e dois gols de Marcos Leonardo, o time do técnico Paulo Turra foi vazado duas vezes em três minutos

Por Estadão

4 mins de leitura

em 24 de jul de 2023, às 09h04

Foto: Divulgação/Santos

O torcedor do Santos foi do otimismo de uma grande atuação contra o líder do Campeonato Brasileiro ao sentimento de incredulidade pelo apagão sofrido pela equipe que permitiu ao Botafogo alcançar um empate improvável. Após abrir 2 a 0 com uma atuação defensiva impecável e dois gols de Marcos Leonardo, o time do técnico Paulo Turra foi vazado duas vezes em três minutos e apenas empatou por 2 a 2, neste domingo, na Vila Belmiro vazia por causa de uma punição pelos incidentes no clássico com o Corinthians.

Com o resultado, o Santos chegou aos 17 pontos e continua em uma situação desconfortável na tabela, com uma distância de apenas três pontos para o primeiro time na zona de rebaixamento. O Botafogo alcançou 40 pontos e continua com folga na liderança do Brasileirão.

O sucesso do Santos no primeiro tempo diante do líder Botafogo se baseou no entendimento de Paulo Turra de que era necessário ter uma maior preocupação defensiva para conseguir surpreender o melhor time da competição. O treinador reforçou o setor de meio de campo com o estreante Jean Lucas para deixar o adversário mais desconfortável possível. A intensidade na marcação era elogiável.

De posse da bola, o Santos jogava verticalmente com velocidade para aproveitar o espaço atrás na linha defensiva do Botafogo. E foi assim que chegou ao gol, aos 23 minutos. Jean Lucas deu lindo lançamento para Marcos Leonardo. Ainda mais bonito do que o passe foi o drible do atacante em Adryelson antes da finalização fora do alcance de Lucas Perri. A equipe carioca não era vazada no Brasileirão há seis jogos.

Individualmente, sem dúvida, o destaque dos primeiros 45 minutos foi Jean Lucas. Sem atuar 27 de outubro do ano passado, quando entrou em campo pelo Monaco, da França, o volante, além do lançamento para o gol, orientou os companheiros, foi efetivo na marcação e criou uma chance no ataque com um drible desconcertante em Di Placido na ponta esquerda, que poderia ter feito o torcedor levantar na arquibancada não fosse o fato da Vila Belmiro estar vazia por causa de uma punição.

Em vantagem, o Santos recuou um pouco mais suas peças na volta para o segundo tempo. Em alguns momentos do jogo, o campo de defesa santista era ocupado por 21 dos 22 jogadores. Apenas o goleiro Lucas Perri ficava do outro lado do gramado, sozinho, posicionado na intermediária. Neste cenário, o Botafogo esbarrava na muralha armada por Paulo Turra.

O segundo gol foi um resumo da entrega do Santos na busca para superar o líder. Sempre muito criticado pela falta de comprometimento defensivo, Lucas Lima brigou por uma bola que parecia perdida no ataque e serviu para Marcos Leonardo finalizar sem chance para Lucas Perri, aos 36 minutos.

O problema é que o Botafogo não é líder por acaso. Mesmo sem jogar bem, o time do técnico Bruno Lage viu o Santos sofrer um apagão quando Paulo Turra precisou trocar sua espinha dorsal e empatou em apenas três minutos. O artilheiro Tiquinho Soares fez 2 a 1, aos 38, em uma ótima trama do ataque botafoguense, e Adryelson, aos 41, deixou tudo igual de cabeça, em uma cobrança de escanteio.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 2 BOTAFOGO

SANTOS – João Paulo (Vladimir); João Lucas (Alex), Joaquim, Messias e Dodô (Gabriel Inocêncio); Dodi, Jean Lucas (Luan Dias), Rodrigo Fernández e Lucas Lima; Marcos Leonardo (Deivid Washington) e Mendoza. Técnico: Paulo Turra.

BOTAFOGO – Lucas Perri; Di Placido (Carlos Alberto), Philipe Sampaio, Adryelson e Marçal; Danilo Barbosa (Janderson), Marlon Freitas e Tchê Tchê (Lucas Fernandes); Júnior Santos (Matías Segovia), Tiquinho Soares e Luís Henrique (Victor Sá). Técnico: Bruno Lage.

GOLS – Marcos Leonardo, aos 23 minutos do primeiro tempo; Marcos Leonardo, aos 35, Tiquinho Soares, aos 38, Adryelson, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – João Lucas, Jean Lucas, Adryelson, Marçal, Alex.

ÁRBITRO – Ramon Abatti Abel (SC).

PÚBLICO e RENDA – Portões fechados.

LOCAL – Vila Belmiro, em Santos.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape