ads-geral-topo
Cidades

Concurso em Muniz Freire também vai premiar café conilon

A categoria está no 15º Concurso de Cafés Especiais do município que irá escolher os 10 melhores cafés arábica e conilon

Por Redação

em 05 de set de 2023, às 15h57

3 mins de leitura

Foto Incaper

O município de Muniz Freire está realizando a 15ª edição do Concurso de Cafés Especiais do município que foi lançado no dia 27 de abril. E, este ano, está de volta a categoria Café Conilon, além do Café Arábica que é a espécie mais encontrada na região, por ser um tipo que suporta maiores altitudes.

No entanto, existem produtores que cultivam o Conilon e eles têm o prazo final, até dia 29 de setembro, para o recolhimento das amostras. Já o prazo para o Arábica é 17 de novembro. Essa é a oitava vez que o Concurso de Cafés Especiais de Muniz Freire conta com participação de lotes do tipo Café Conilon.

Assim como no Arábica, o Café Conilon também poderá competir como natural, cereja descascado, despolpado ou desmucilado.  Os 10 melhores cafés de cada categoria serão premiados, totalizando R$ 50 mil em prêmios para cada uma delas, conforme informa a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agropecuário que tem o apoio técnico do Incaper.  Ambos os órgãos fazem parte da equipe de Cafeicultura de Muniz Freire que ainda tem a parceria de entidades públicas e empresas privadas municipais, estaduais e federais.

Categorias no manejo do Café Conilon e Arábica

A Secretaria explica que o objetivo do concurso é contribuir para uma melhor qualidade de vida do cafeicultor e da sociedade de Muniz Freire. A iniciativa visa promover agregação de valor e distribuição de renda, por meio da produção sustentável de cafés de qualidade.

Também haverá degustação popular para escolha do melhor café pelo público (Foto Arquivo).

Além disso, busca promover a cafeicultura do município, em nível nacional e internacional, e possibilitar o aumento de emprego e renda na cafeicultura familiar. E, ainda, identificar diferentes qualidades dos cafés nas regiões cafeicultoras do município e estimular as demandas por tecnologias, produtos e serviços. Tudo isso, mantendo o caráter educativo.

Tanto o Café Arábica quanto no Conilon, se enquadram na categoria Natural que são os cafés que não são descascados após a colheita e antes da secagem. Já o Cereja Descascado é o café que passa por um descascador antes de serem colocados para secagem (neste caso, os grãos são secados com a mucilagem, gerando o que se conhece por café “honey” – mel em inglês). E o Despolpado e/ou Desmucilado é a forma de pós-colheita, no qual os grãos passam por fermentação em tanques para degradação da mucilagem por via biológica (despolpados) ou pelo desmucilamento mecânico em desmucilador (desmucilados).

Premiação será entregue em dezembro

Conforme a comissão organizadora, só podem ser inscritos cafés das espécies Coffea arabica e Coffea canefora, colhidos no ano de 2023, tipo 2, bica corrida ou peneirado. Cada cafeicultor poderá participar do Concurso com apenas uma amostra por CPF, com inscrição ativa (guiado do ano de 2022 em diante). Assim como será premiada apenas uma amostra por propriedade. A solenidade de encerramento do concurso está marcada para o dia 8 de dezembro, no Parque de Exposições “Dyrceo Santos”.

Na oportunidade, serão distribuídos certificados de participação para todos os cafeicultores inscritos. Já os vencedores receberão troféus, sendo os 10 melhores da categoria Café arábica e os 10 melhores da categoria Café Conilon. Além de premiação financeira para os ganhadores de cada categoria, oferecida pela Prefeitura de Muniz Freire. Também serão premiados os cafés, de cada categoria, eleitos pelo público, após degustação popular.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape