ads-geral-topo
Esportes

Internacional derrota o melancólico Botafogo na despedida do Brasileiro

Com o resultado, o Inter chegou aos 55 pontos, em nono lugar, enquanto o Botafogo terminou em quinto, com 64 pontos, e vai ter de disputar a pré-Libertadores

Por Estadão

3 mins de leitura

em 07 de dez de 2023, às 08h53

Fotos: Ricardo Duarte/Internacional SC

O Botafogo se despediu de forma melancólica do Campeonato Brasileiro, ao perder para o Internacional nesta quarta-feira (6), por 3 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre, em duelo válido pela 38ª e última rodada.

Com o resultado, o Inter chegou aos 55 pontos, em nono lugar, enquanto o Botafogo terminou em quinto, com 64 pontos, e vai ter de disputar a pré-Libertadores.

O jogo começou com muita correria, troca de passes e movimentação no ataque, mas que não levavam perigo aos dois setores defensivos. O primeiro lance de maior emoção ocorreu aos 11 minutos, com Victor Cuesta, que cabeceou para defesa de Rochet.

A partir daí, o Inter passou a dominar a partida, aproveitando a fragilidade da zaga do Botafogo. Aos 19 minutos, Mauricio cruzou da direita, Philipe Sampaio escorregou e a bola sobrou para Enner Valência marcar seu nono gol no Brasileirão.

O gol parece que desanimou o Botafogo, que viro uma presa fácil para o Inter. Aos 23, após troca de passes de todo ataque gaúcho, Alan Patrick fez o segundo, mas o lance foi invalidado por causa de impedimento. Apenas o time gaúcho tinha produção em campo, enquanto o Botafogo só foi assustar em um lance que o goleiro Rochet furou feio na saída do gol.

Mauricio e Gabriel Barros tiveram chances de finalizar, mas erraram o alvo. O Botafogo apenas se defendeu na segunda metade do primeiro tempo e pareceu nocauteado.

Mas no primeiro lance da etapa final veio o empate carioca. Marlon Feitas cruzou e Janderson, de cabeça, fez 1 a 1. O problema é que a igualdade no placar irritou o Inter, que foi para cima. Em três minutos, marcou dois gols.

Aos 4, Alan Patrick demonstrou a categoria de sempre para dominar a bola e fazer o segundo gol do Inter. Aos sete, Pedro Henrique disparou desde o meio de campo e fuzilou Lucas Perri: 3 a 1.

Os dois gols do Inter praticamente encerraram a disputa. O Botafogo não lembrou em nada o time que liderou 31 rodadas do Brasileirão. Os últimos minutos foram tristes para a torcida botafoguense, enquanto os torcedores colorados festejaram bastante a quarta vitória seguida.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 1 BOTAFOGO

INTERNACIONAL – Rochet; Bustos, Igor Gomes, Mercado e Renê; Aránguiz (Thauan Lara), Bruno Henrique, Maurício (Gabriel) e Gabriel Barros (Johnny); Alan Patrick (Luiz Adriano) e Enner Valência (Pedro Henrique). Técnico: Eduardo Coudet.

BOTAFOGO – Lucas Perri; Danilo Barbosa, Philipe Sampaio e Víctor Cuesta; Carlos Alberto (Júnior Santos), Tchê Tchê, Marlon Freitas (Tiquinho Soares), Eduardo (JP Galvão) e Hugo; Luis Henrique (Victor Sá) e Janderson (Matheus Nascimento). Técnico: Tiago Nunes.

GOLS – Enner Valência aos 19 minutos do primeiro tempo. Janderson a 1, Alan Patrick aos 4 e Pedro Henrique aos 7 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Danilo Barbosa e Pedro Henrique

ÁRBITRO – Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA – R$ 270.343,00.

PÚBLICO – 27.365 torcedores (total).

LOCAL – Beira-Rio, em Porto Alegre.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape