ads-geral-topo
Esportes

Tiquinho Soares marca, mas Botafogo só empata no Carioca

O resultado deixou o Botafogo com 10 pontos, em segundo lugar, ficando atrás do Fluminense no critério de saldo de gols (5 a 4)

Por Estadão

3 mins de leitura

em 31 de jan de 2024, às 08h19

Foto: Divulgação/Botafogo

O Botafogo perdeu uma grande chance de jogar a pressão para o Fluminense e dormir líder da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Nesta terça-feira (30), na abertura da quinta rodada, Tiquinho Soares até desencantou na temporada, mas o Botafogo ficou no empate de 1 a 1 diante da Portuguesa, no estádio Nilton Santos, no Rio.

O resultado deixou o Botafogo com 10 pontos, em segundo lugar, ficando atrás do Fluminense no critério de saldo de gols (5 a 4). O rival ainda atua na rodada. Já a Portuguesa é a quinta colocada, com oito pontos.

Buscando dar ritmo aos jogadores na formação, Tiago Nunes seguiu com o esquema de três zagueiros adotado nesta temporada. Com o meio-campo povoado, os donos da casa começaram melhor e Tiquinho Soares abriu o placar, aos 20 minutos. Após cobrança de falta na área, o centroavante pegou a sobra para marcar seu primeiro gol na temporada.

Com a vantagem no marcador, o Botafogo foi diminuindo a intensidade. Cadenciando a partida, o time até se permitia deixar a Portuguesa trocar passes no campo de ataque, mas sem expor a entrada da área. Os visitantes só chegaram na frente na bola parada, mas nada que oferecesse perigo ao goleiro Gatito. Na reta final, o Botafogo voltou a priorizar a posse da bola e conduziu a vitória parcial até o intervalo.

No segundo tempo, o Botafogo voltou desligado. O time até teve chances com Eduardo e Tchê Tchê, porém quem foi efetivo foi Anderson Rosa, que empatou aos nove minutos. Após bela troca de passes, Wellington cruzou e o meia cabeceou para deixar tudo igual. Sem conseguir controlar a partida, a torcida do Botafogo começou a perder a paciência.

Com algumas vaias, o time voltou a sentir a pressão e perdeu a concentração. Tiago Nunes até tentou mudar o panorama, mas a equipe inoperante. Vendo a Portuguesa se fechar para garantir o empate, o ataque botafoguense seguiu errando, pouco ameaçou o gol adversário, e deixou o campo sob forte vaias da torcida.

Na próxima rodada, o Botafogo recebe o Nova Iguaçu, no sábado, às 16h00, no Bezerrão, no Distrito Federal (DF). Já a Portuguesa visita o Madureira, em Conselheiro Galvão, na segunda-feira, às 15h45, marcando o encerramento da sexta-rodada.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 1 PORTUGUESA

BOTAFOGO – Gatito Fernández; Danilo Barbosa, Lucas Halter e Alexander Barbosa; Victor Sá (Júnior Santos), Tchê Tchê, Marlon Freitas, Eduardo (Newton) e Marçal (Hugo); Jeffinho (Savarino) e Tiquinho Soares (Matheus Nascimento). Técnico: Tiago Nunes.

PORTUGUESA – Dida; Ronaldo, Diego Guerra, Rodolfo Filemon e Pará; Wellington Cézar, Nenê Bonilha (Coppetti), Romarinho (Elicley), Anderson Rosa (Vinícius Garcia) e João Paulo (Michel); Patrick Carvalho (Breno). Técnico: João Carlos Ângelo.

GOLS – Tiquinho Soares, aos 20 minutos do primeiro tempo. Anderson Rosa, aos nove do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Lucas Halter, Jeffinho, Tchê Tchê, Tiquinho Soares e Alexander Barbosa (Botafogo); João Paulo, Anderson Rosa e Rodolfo Filemon (Portuguesa).

ÁRBITRO – Bruno Mota Correia (RJ).

RENDA – R$ 87.750,00.

PÚBLICO – 4.241 torcedores

LOCAL – Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape