ads-geral-topo

Em Alegre!

Voluntários se unem para construir casa de jovem com paralisia cerebral

O auxílio financeiro servirá principalmente para custear as despesas com material de construção e mão de obra

Por Redação

em 06 de fev de 2024, às 16h13

2 mins de leitura

Foto: Divulgação

Um grupo de voluntários de Alegre se uniu por uma boa causa. Eles realizaram um Bazar Solidário da Sociedade de São Vicente de Paulo (vicentinos), juntamente com o projeto “Paz e Pão” da Paróquia Nossa Senhora da Penha, em Alegre, para arrecadar dinheiro para ajudar uma jovem diagnosticada com encefalopatia crônica não evolutiva (ECNE) – paralisia cerebral, a ter condições dignas de moradia.

O bazar aconteceu entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro, no salão dos vicentinos, atrás da Prefeitura de Alegre e, os recursos arrecadados serão investidos na construção da casa da jovem.

Leia também: ES em alerta! Inmet emite aviso de chuvas intensas para todo o Estado

O voluntário vicentino, Rafael Azevedo, explicou que em março de 2023, durante uma visita pastoral à Alegre, Dom Luiz Fernando Lisboa CP, bispo diocesano, conheceu e se sensibilizou com a história da Débora Thomé da Silva Pirovani, 20 anos.

Na ocasião, ele sugeriu aos voluntários vicentinos e do projeto ‘Paz e Pão’ que mobilizassem recursos para reformar o imóvel onde a família vive, em Guararema.

“Mas por ser uma casa muito antiga, a cada chuva e vendaval a estrutura está ficando mais e mais deteriorada (…) vazamentos, destelhamentos, infiltração comprometeram o espaço onde a Débora mora com a família na rua dos Espanhóis, sendo assim, a Defesa Civil de Alegre, orientou a desocupação imediata do imóvel. Mas a família não tem para onde ir (…) Apesar dos riscos, Débora e a família continuam morando na casa. Por isso, temos pressa em ajuda-los mas precisamos de muita ajuda para isso”, suplicou.

Segundo ele, “não podemos simplesmente reformar, precisamos reconstruir essa casa”, explicou salientando: “vamos demolir para construir do zero”.

Rafael explica também que o auxílio financeiro servirá principalmente para custear as despesas com material de construção e mão de obra. A demolição e reconstrução do imóvel está avaliada em uma faixa de R$ 100 mil.

Qualquer ajuda financeira pode ser depositada através do PIX: [email protected]

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape