ads-geral-topo
Cidades

Maturidade digital torna instituições de saúde mais eficientes

O assunto será abordado pelo supervisor de tecnologia da informação da Unimed Sul Capixaba, Thiago Vazzoler Loureiro, no Simpósio de Ciência e Tecnologia na Saúde: PROINTEC - Saúde in Foco

Por Flavio Cirilo

3 mins de leitura

em 18 de maio de 2024, às 10h00

A tecnologia está cada vez mais presente na saúde e a maturidade digital, bem como a sua influência na eficiência institucional em organizações de saúde, será debatida, nos dias 21 e 22 de maio, no Simpósio de Ciência e Tecnologia na Saúde: PROINTEC – Saúde in Foco, que acontece no Jaraguá Tênis Clube, em Cachoeiro.

Quem falará sobre o assunto é o supervisor de tecnologia da informação da Unimed Sul Capixaba, Thiago Vazzoler Loureiro, que aponta as tendências para o setor.

LEIA TAMBÉM: Cachoeiro: experiência do SUS Digital no ES entra em pauta em simpósio

“A maturidade digital tem um impacto significativo na eficiência institucional em organizações de saúde. À medida que as organizações progridem em sua maturidade digital, elas podem aproveitar melhor as tecnologias e os processos digitais para otimizar operações, melhorar a qualidade do atendimento e reduzir custos, como: automatização de processos; integração e interoperabilidade dos sistemas e melhoria na gestão de recursos”, explica o especialista.

Além de benefícios para a estrutura organizacional, a maturidade digital também se destaca como um fator importante para a segurança do paciente por meio dos processos de pré-computadorização; computadorização básica de pedidos; adoção de sistemas de computadorização de pedidos e resultados (CPOE); integração de dados clínicos; adoção de alertas clínicos computadorizados; documentação clínica computadorizada; adoção de ferramentas de suporte à decisão clínica; adoção de tecnologias de análise de dados.

Entre os principais benefícios da implementação dessa tecnologia para a segurança do paciente estão a redução de erros de transcrição e prescrição. Também auxilia no suporte à decisão clínica (CDSS), administração segura de medicamentos, melhoria na documentação e acesso a informações.

Maturidade Digital e modelo HIMSS EMRAM

Thiago Vazzoler explica que a maturidade digital se refere ao grau em que uma organização utiliza tecnologias digitais para transformar seus processos, melhorar sua eficiência, eficácia e criar valor.

“Isso envolve a adoção de tecnologias avançadas, como inteligência artificial, análise de dados, automação, sistemas integrados e a capacidade de utilizar essas tecnologias de maneira estratégica para alcançar objetivos organizacionais”, relata.

O especialista ainda ressalta que o HIMSS EMRAM (Electronic Medical Record Adoption Model) é um modelo de avaliação que mede a maturidade digital de hospitais em termos de adoção e uso de prontuários eletrônicos (EHR) e outras tecnologias de informação em saúde”, afirma.

SERVIÇO

Datas: 21 e 22 de maio
Local: Jaraguá Tênis Clube – Cachoeiro de Itapemirim
Instagram: @prointec_es
Inscrições gratuitas: https://www.sympla.com.br/evento/prointec-simposio-de-ciencia-e-tecnologia-na-saude/2466891

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape