ads-geral-topo
Grande Vitória

​Vila Velha registra abertura de 5.618 novas empresas no 1º quadrimestre

Os números indicam que o empreendedorismo canela-verde passa por um contínuo processo de expansão

Por Redação

3 mins de leitura

em 17 de maio de 2024, às 15h00

Foto: Divulgação/PMVV

Com trajetória crescente na atração de novos negócios, investimentos e empreendimentos, Vila Velha mantém posição de destaque no mapa de desenvolvimento econômico do Espírito Santo. De acordo com dados da Junta Comercial do Estado (JUCEES), nos primeiros quatro meses deste ano, 5.618 novos negócios foram estabelecidos na cidade, um desempenho 5,5% superior ao do primeiro quadrimestre de 2023.
 
Os números indicam que o empreendedorismo canela-verde passa por um contínuo processo de expansão. Segundo informações da JUCEES, abril de 2024 foi o mês em que Vila Velha registrou a abertura do maior número de novas empresas em sua história. Neste período, 1.527 novos empreendimentos foram formalizados no município, o que representa um incremento de 9% em relação ao mês anterior (março).

Leia também: Vila Velha registra maior valorização imobiliária do EA e 2ª maior do país
 
“Esta expansão é resultado das medidas adotadas pela atual gestão, para desburocratizar e simplificar os processos administrativos do município, que hoje oferece o melhor ambiente de negócios do Estado. Ou seja, Vila Velha é a melhor cidade capixaba para quem quer abrir uma empresa ou investir em novos negócios e empreendimentos”, assegura Everaldo Colodetti, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico.
 
Segundo Colodetti, atualmente, o tempo médio para a abertura de uma nova empresa em Vila Velha – desde a fase de consulta de viabilidade até a obtenção do CNPJ para iniciar as operações – é inferior a nove horas. Isso coloca o município como líder na Região Sudeste, de acordo com o ranking da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios (Redesim).
 
“O crescimento do número de novas empresas abertas em Vila Velha também tem sido impulsionado pela segurança jurídica e pela confiança dos empreendedores na atual gestão. Esses fatores fortalecem o setor empresarial e contribuem diretamente para a geração de mais emprego e renda na cidade, além incrementar a arrecadação”, completa o secretário.
 
Ele ressalta, ainda, que a conjuntura atual levou Vila Velha a abrigar um ecossistema empreendedor cada vez mais próspero, que já conta com 55.348 empreendimentos em pleno funcionamento, que juntos geram um total 82.697 empregos no mercado formal canela-verde.
 
“Vale lembrar, ainda, que Vila Velha conquistou o título de ‘melhor município capixaba para se empreender e o 29º do Brasil’, de acordo com o Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) divulgado pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em 2023”, encerrou Everaldo Colodetti.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape