ads-geral-topo
Esportes

Bahia aproveita expulsão do Vasco, ganha e iguala pontuação do líder

O Vasco, que vinha de goleada por 4 a 1 contra o São Paulo, segue com dez pontos, na 15ª colocação

Por Estadão

3 mins de leitura

em 27 de jun de 2024, às 09h49

Foto: Divulgação/Bahia

O Vasco não conseguiu consolidar sua reação no Campeonato Brasileiro e voltou a ser derrotado. Na noite desta quarta-feira (26), fez duelo complicado com o Bahia e perdeu por 2 a 1, jogando com um a menos desde os 15 minutos do segundo tempo. A partida, válida pela 12ª rodada, foi realizada na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), sob olhares de quase 40 mil torcedores que festejaram ver o time da casa encostar no líder Flamengo.

O Vasco, que vinha de goleada por 4 a 1 contra o São Paulo, segue com dez pontos, na 15ª colocação. Se mantém fora da zona de rebaixamento por conta dos empates de Corinthians e Atlético-GO.

O Bahia, em fase extraordinária, segue 100% em casa com seis vitórias. Está em segundo lugar com 24 pontos, mesmo número do líder Flamengo, derrotado por 2 a 1 pelo Juventude. Os cariocas vencem no saldo de gols (9 a 7).

O primeiro lance de perigo foi do Bahia com Thaciano, que cabeceou por cima após cobrança de falta. Os mandantes seguiram no ataque e abriram o placar logo aos seis minutos. Thaciano recebeu com extrema liberdade na esquerda, carregou e chutou de fora da área. A bola desviou em Maicon, que deu carrinho para cortar, e enganou Léo Jardim.

Thaciano estava inspirado e quase marcou o segundo se não fosse bela defesa de Léo Jardim. O empate do Vasco, porém, não demorou muito a sair. Em contra-ataque rápido, David perdeu gol cara a cara. Na sequência, Adson acionou Lucas Piton na área e ele tocou para o meio para Paulo Henrique completar.

Ainda no primeiro tempo, Everton Ribeiro recebeu lançamento e ajeitou para Cauly. Na meia-lua, ele pegou de primeira e quase marcou uma pintura, mas a bola explodiu no travessão.

No segundo tempo, o Vasco começou no ataque e levou perigo quando Paulo Henrique foi à linha de fundo e cruzou. David apareceu na marca do pênalti, mas pegou mal e chutou por cima. Aos 14, David ainda foi expulso após levar o segundo amarelo.

O Bahia passou a jogar com um a mais, assim como diante do Cruzeiro, em que goleou por 4 a 1. Assim como no jogo anterior, passou a pressionar muito. O gol demorou, mas saiu aos 40 minutos. Estupiñán, que fez dois gols na partida passada, saiu do banco novamente para deixar sua marca. A zaga do Vasco afastou o perigo, mas na sobra, Biel cruzou para Estupiñán marcar o gol da vitória.

Os dois times voltam a campo no fim de semana para a 13ª rodada. No sábado, às 18h30, o Vasco faz o ‘Clássico da Amizade’ com o Botafogo, em São Januário, no Rio de Janeiro. No domingo, às 16h, o Bahia estará no MorumBis, na capital paulista, onde duela com o São Paulo.

Ficha técnica

BAHIA 2 X 1 VASCO

BAHIA – Marcos Felipe; Gilberto (Biel), Gabriel Xavier, Kanu e Luciano Juba; Caio Alexandre, Jean Lucas (Carlos de Pena), Cauly (Estupiñán) e Everton Ribeiro; Thaciano (Ademir) e Everaldo (Cicinho). Técnico: Rogério Ceni.

VASCO – Léo Jardim; Paulo Henrique (Rayan), Maicon, João Victor e Lucas Piton; Hugo Moura (Sforza), Mateus Carvalho (Zé Gabriel) e Guilherme Estrella (Puma Rodríguez); Adson (Leandrinho), Vegetti e David. Técnico: Rafael Paiva (interino).

GOLS – Thaciano, aos seis, e Paulo Henrique, aos 19 minutos do primeiro tempo; Estupiñán, aos 40 do segundo.

CARTÕES AMARELOS – Paulo Henrique, Mateus Carvalho e Adson (Vasco).

CARTÃO VERMELHO – David (Vasco).

ÁRBITRO – João Vitor Gobi (SP).

PÚBLICO – 38.318 torcedores.

RENDA – R$ 1.372.154,00.

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape