ads-geral-topo
Esportes

Grêmio vence Huachipato e garante a classificação na Libertadores

O Grêmio ainda tem um último duelo pelo Grupo C

Por Estadão

3 mins de leitura

em 05 de jun de 2024, às 10h04

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Em um jogo digno de Libertadores, o Grêmio fez valer o seu “espírito copeiro” nesta terça-feira, no Chile, ao derrotar o Huachipato por 1 a 0. O triunfo valeu a classificação para as oitavas de final da competição. Com um gol solitário de Diego Costa no início do confronto, o time gaúcho chegou aos nove pontos em cinco jogos (já que a equipe teve as partidas suspensas em função das enchentes que atingiram o estado do Rio Grande do Sul).

Aliás, o Grêmio ainda tem um último duelo pelo Grupo C, que vai acontecer neste sábado, contra o já eliminado Estudiantes. Em caso de nova vitória, os gremistas terminam esta fase como líder da chave. O The Strongest, com dez pontos, não tem mais partidas a cumprir.

O jogo

O duelo teve duas etapas distintas. Nos primeiros 45 minutos, o Grêmio foi soberano, fez o 1 a 0 e ainda carimbou a trave do Huachipato em três oportunidades. Contudo, na volta do intervalo, em função da forte chuva, o duelo foi disputado na base da raça.

O Grêmio iniciou a partida apostando nas ações ofensivas e logo movimentou o marcador. Aos cinco minutos, Cristaldo levantou a bola na área e Diego Costa concluiu com firmeza: 1 a 0.

Diante de um adversário desorganizado, o time brasileiro seguiu criando chances. Aos 23 minutos, em boa trama pelo lado direito, Pepê recebeu livre na área e fez o giro. A finalização saiu rasteira e encontrou a trave do goleiro Parra.

Com boa variação de jogadas, a equipe gaúcha carimbou a trave rival em mais duas oportunidades. Primeiro com Soteldo, que se aproveitou de um erro de Sepúlveda, para finalizar com perigo aos 36 minutos. Logo depois, foi a vez de Galdino acertar o poste dos chilenos. Os mandantes tiveram apenas uma chance com Maxi Rodriguez. No momento do chute, no entanto, o atacante errou o alvo.

Mas se o primeiro tempo teve o Grêmio como dono do espetáculo, a etapa final apresentou um Huachipato completamente diferente. Gutiérrez acertou a trave no primeiro minuto. No rebote, Montes chutou de primeira e o goleiro Marchesin fez linda defesa.

Contudo, a pressão se manteve e o goleiro gremista Marchesin voltou a trabalhar em nova tentativa de Castillo. A chuva, que aumentou de intensidade, deixou o campo pesado e a parte física passou a valer do que a técnica.

Aliás, apostando em uma forte marcação no meio-campo, o Grêmio conseguiu inibir a reação dos donos da casa e assegurou o triunfo que valeu a classificação fora de casa.

Ficha técnica:

HUACHIPATO-CHI 0 X 1 GRÊMIO

HUACHIPATO – Parra; Joaquín Gutiérrez (Vargas), Gazzolo, González (Saez) e Castillo; Santiago Silva (Malanca), Sepúlveda e Montes; Maxi Gutiérrez, Maxi Rodriguez e Cris Martinez. Técnico: Francisco Troncoso.

GRÊMIO – Marchesini; João Pedro, Rodrigo Ely, Kannemann e Reinaldo; Dodi, Pepê (Du Queiroz) e Cristaldo (Carballo); Everton Galdino (Nathan Fernandes) (Gustavo Nunes), Diego Costa e Soteldo (Gustavo Martins). Técnico: Renato Gaúcho.

GOL – Diego Costa, aos 5 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Sepúlveda e González (Huachipato); Pepê e Reinaldo (Grêmio).

ÁRBITRO – John Ospina (COL).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Huachipato-CAP Acero, em Talcahuano, no Chile.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape