ads-geral-topo
Política

Lula: “Defendo presunção de inocência de Bolsonaro; mas ele tentou o golpe”

Lula, no entanto, acrescentou: "que ele tentou dar o golpe, tentou. Isso é visível." O presidente também criticou o recebimento de joias por Bolsonaro

Por Estadão

1 min de leitura

em 26 de jun de 2024, às 11h58

Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira, 26, em entrevista ao UOL, defender a “presunção de inocência” do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), mas afirmou que o seu antecessor “tentou dar o golpe”.

“O que eu defendo para ele eu defendo para mim: que ele tenha direito à presunção de inocência, que ele tenha direito de se defender e que ele seja ouvido. É só isso o que eu defendo”, declarou Lula. “Não quero que ele seja condenado ou que ele seja inocentado, eu quero que ele seja julgado corretamente.”

Leia também: Gilmar Mendes: “reverter inelegibilidade de Bolsonaro é difícil”

Lula, no entanto, acrescentou: “que ele tentou dar o golpe, tentou. Isso é visível.” O presidente também criticou o recebimento de joias por Bolsonaro. “Presidente da República não ganha joia, presidente da República ganha presente”, disse.

Lula afirmou querer que o veredicto “seja em função do crime do tamanho que ele cometeu” e que não deseja o mal a nenhum adversário.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape