ads-geral-topo
Variedades

“O buraco é mais embaixo”, diz Pedro Scooby sobre a privatização das praias

Ele se declarou contra o assunto, em postagem nos stories do Instagram, após ser cobrado por Luana para se pronunciar

Por Estadão

2 mins de leitura

em 03 de jun de 2024, às 10h41

Foto: Reprodução/Redes sociais

O surfista Pedro Scooby se pronunciou neste domingo (2), sobre o motivo da troca de ofensas entre sua ex-mulher, Luana Piovani, e o amigo de longa data, Neymar: a privatização de praias. Ele se declarou contra o assunto, em postagem nos stories do Instagram, após ser cobrado por Luana para se pronunciar.

Scooby escreveu: “Acho que não existe nenhum surfista a favor de privatização de praia, mas o buraco é mais embaixo. Não é só essa PEC, são muitos outros problemas que podem afetar o nosso futuro. Eu como surfista virei logo cedo um amante e defensor da natureza, mas prefiro apoiar quem realmente entende do assunto”. Ele também compartilhou o perfil de uma organização que luta pela redução de plástico nos oceanos e pela educação ambiental.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 3/2022, da qual Scooby se refere, está atualmente em discussão no Congresso Nacional, e transfere a responsabilidade de construções à beira-mar para a iniciativa privada. Ela foi aprovada na Câmara dos Deputados e agora segue para o Senado.

A PEC propõe retirar da União a exclusividade sobre os terrenos de áreas costeiras, como praias e contornos de ilhas, cuja titularidade passaria a ser da iniciativa privada. Sobre o assunto, ambientalistas alertam que a medida pode gerar diversas consequências climáticas. Para os que são a favor da proposta, algumas vantagens são a facilitação do registro fundiário e a geração de empregos.

Luana Piovani x Neymar

A briga entre Luana Piovani e Neymar começou na quinta-feira, 30, após ela publicar vídeos em suas redes sociais pedindo que as pessoas fossem contrárias à PEC das praias. Neymar foi associado à questão por uma parceria que fechou com uma incorporadora, a Due, em um projeto anunciado como “Caribe brasileiro”. O projeto prevê imóveis de alto padrão em uma área de 100 quilômetros entre os litorais de Pernambuco e Alagoas.

A incorporadora Due, parceira do atacante, nega que a PEC vá beneficiar seu empreendimento.

Os dois trocaram farpas: Luana o chamou de “péssimo cidadão”, pai e marido, além de “mau caráter”. Neymar, por sua vez, disse, entre outras coisas, que Luana é “maluca” e a acusou de querer “lacrar na internet”.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape