ads-geral-topo
Política

Avaliação positiva do governo Lula sobe, aponta Ipec; confira os dados

O resultado é quatro pontos porcentuais maior do que o indicado no levantamento anterior do instituto, realizado em março deste ano

Por Estadão

2 mins de leitura

em 11 de jul de 2024, às 10h37

Foto: Ricardo Stuckert/PR

A avaliação positiva do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é de 37%, segundo pesquisa Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria, antigo Ibope) divulgada nesta quinta-feira (11). Aliás, o resultado é quatro pontos porcentuais maior do que o indicado no levantamento anterior do instituto, realizado em março deste ano.

No entanto, outros 31% rejeitam a gestão de Lula. Em março, eram 32% – variação dentro da margem de erro da pesquisa, de dois pontos porcentuais. Sendo assim, para 31%, o governo “regular”, enquanto 2% não souberam ou não quiseram responder. Portanto, o Ipec entrevistou 2.000 pessoas com 16 anos ou mais em 129 municípios do País entre os dias 4 e 8 de julho.

Leia também: INSS: Contarato é designado para relatar projeto que corrige injustiças

A melhora dos índices gerais de avaliação foram alavancados por segmentos da população como os residentes da região Nordeste e os detentores de renda familiar de até um salário mínimo. Entre nordestinos, a avaliação positiva cresceu dez pontos porcentuais: em março, era de 43% e, em quatro meses, foi a 53%. Entre os mais pobres, no mesmo período, a avaliação do governo como “ótimo” ou “bom” foi de 39% para 48%.

Avaliação positiva

Os moradores do Nordeste e a população com menor renda são dois dos estratos nos quais o presidente Lula tem maior aprovação. O petista também apresenta avaliação positiva elevada entre católicos (44%), pessoas com ensino fundamental (48%), pessoas com idade acima dos 60 anos (48%) e entre quem declara ter votado em Lula na eleição presidencial de 2022 (66%).

O presidente é mal avaliado entre evangélicos. No segmento, 39% dos entrevistados consideram a gestão do presidente “ruim” ou “péssima”. Entre os que votaram em Jair Bolsonaro (PL) na última eleição, a soma das menções negativas é de 66%.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape