ads-geral-topo
Esportes

Corinthians demite o técnico António Oliveira após derrota para o Palmeiras

Os quatro auxiliares da comissão do português, Bernardo Franco, Bruno Lazaroni, Diego Favarin e Felipe Zilio, também deixam o clube

Por Estadão

2 mins de leitura

em 02 de jul de 2024, às 14h58

Foto; Reprodução

António Oliveira não é mais técnico do Corinthians. O treinador foi demitido pelo clube nesta terça-feira (2), após a derrota por 2 a 0 para o rival Palmeiras, na segunda, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O comandante português assumiu a equipe em fevereiro, após a demissão de Mano Menezes. Desde então, foram 29 jogos (12 vitórias, 10 empates e 8 derrotas), com aproveitamento de 52,9%. Os quatro auxiliares da comissão do português, Bernardo Franco, Bruno Lazaroni, Diego Favarin e Felipe Zilio, também deixam o clube.

Leia também: Dorival promete escalar seleção forte diante da Colômbia por topo da chave

Em nota oficial, o Corinthians informou que eles foram comunicados no início da tarde, em reunião com o executivo de futebol Fabinho Soldado.

António Oliveira

A derrota no Dérbi foi o estopim para a demissão. Entretanto, a diretoria tinha o entendimento que António Oliveira ainda era o nome para reverter a situação, em relação a outro profissional que chegasse já no meio da temporada. Portanto, o Corinthians é 19º no Brasileirão, com nove pontos, apenas três a mais que o lanterna Fluminense.

As mudanças no elenco ao longo do ano, com saídas de Cássio e Paulinho, foram fatores para a demissão. Lucas Veríssimo e Matías Rojas, considerados titulares, também deixaram o clube, enquanto o goleiro Carlos Miguel já tem data para ir embora. No entanto, o time ainda teve as lesões de Fagner e Pedro Henrique, e ficou desfalcado de Félix Torres e Ángel Romero, que estão na Copa América.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape