ads-geral-topo
Esportes

São Paulo vence Red Bull Bragantino e se aproxima dos líderes

O primeiro tempo entre os dois times foi com bons lances para os dois lados

Por Estadão

3 mins de leitura

em 07 de jul de 2024, às 16h04

Foto: Divulgação/São Paulo FC

O São Paulo venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 0, neste sábado (7), numa noite gelada no MorumBIS, em duelo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro gol da vitória tricolor foi marcado por André Silva, aos 19 minutos do segundo tempo. O atacante foi titular, substituindo o suspenso Jonathan Calleri.

No fim do confronto, Luciano ampliou com um rebote de um pênalti desperdiçado por ele mesmo. Esse foi o sexto gol do camisa 10 do São Paulo no Brasileirão, vice-artilheiro da competição atrás apenas de Pedro, do Flamengo.

Mesmo sem Luis Zubeldía – também suspenso – fora da beira do campo (o auxiliar Carlos Gruezo comandou o time), o São Paulo manteve a boa fase, que havia sido colocada em dúvida após a sequência de três jogos sem vencer, incluindo a goleada sofrida diante do Vasco por 4 a 1.

Mas, de lá para cá, o São Paulo venceu os quatro jogos seguintes. E, por isso, dorme com 27 pontos, mesmo número de Botafogo (vice-líder do Brasileirão) e Palmeiras (3º colocado), que ainda jogam nesta rodada. O Flamengo ainda segue na primeira posição, com 31 pontos.

O jogo

O primeiro tempo entre os dois times foi com bons lances para os dois lados. Pelo Red Bull Bragantino, o gol só não saiu em uma ocasião porque o goleiro Jandrei salvou. Já pelo lado tricolor, a equipe sentiu falta de seus homens de frente que vinham fazendo a diferença em jogos recentes: Calleri e Ferreirinha. Ambos estavam fora por estarem suspensos devido ao número de cartões amarelos, assim como o técnico Luis Zubeldía.

Sem a dupla, o São Paulo sofreu para criar, já que não contava com a velocidade e dribles de Ferreirinha, e não tinha uma referência na frente para brigar com os zagueiros e abrir espaços segurando a bola. As melhores chances vieram dos pés de Wellington Rato, mas faltou capricho ao atacante, que errou a pontaria.

No segundo tempo, o jogo seguiu na mesma toada. O São Paulo novamente teve boas chances com Wellington Rato, até que ele acertou um cruzamento para Luciano, defendido por Cleiton, com André Silva aproveitando no rebote para abrir o placar. Foi o quarto gol do atacante neste ano vestindo a camisa do São Paulo. E foi crucial para conquistar os três pontos no MorumBIS.

No final do segundo tempo, Pedro Henrique empurrou Nestor dentro da área, e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Luciano bateu no meio do gol, Cleiton defendeu, mas o camisa 10 não desperdiçou o rebote.

Ficha técnica:

SÃO PAULO 2 X 0 RED BULL BRAGANTINO

SÃO PAULO – Jandrei, Igor Vinicius (Diego Costa), Arboleda, Alan Franco e Welington; Luiz Gustavo, Alisson, Lucas Moura (Erick) e Wellington Rato (Nestor); Luciano e André Silva (Bobadilla). Técnico: Carlos Gruezo (interino).

RED BULL BRAGANTINO -: Cleiton; Nathan Mendes; Pedro Henrique, Luan Cândido e Juninho Capixaba; Raul (Vitinho), Lucas Evangelista (Eduardo), Ramires (Borba) e Lincoln; Mosquera (Vinicinho) e Eduardo Sasha (Gustavo Neves). Técnico: Pedro Caixinha.

GOLS – André Silva e Luciano, aos 19 e aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Sasha, Arboleda, Lincoln, Welington.

ÁRBITRO – Bruno Vasconcelos (BA).

RENDA – R$ 2.723.970,00.

PÚBLICO – 46.321 torcedores.

LOCAL – Estádio MorumBis, em São Paulo (SP).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape