ads-geral-topo

Rodrigo Pacheco e o PT

A intenção é lançar candidatos em municípios pequenos, com população de 5 mil habitantes, e na metrópole São Paulo

em 08 de ago de 2023, às 08h17

3 mins de leitura

Charge: Zânio

Por Leandro Mazzini

De olho numa candidatura ao Governo de Minas Gerais em 2026, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), se aproxima do PT mineiro, com quem sonha montar chapa forte para concorrer contra o grupo do atual governador Romeu Zema (Novo). Selado o apoio político, Pacheco também planeja atrair tradicionais financiadores de campanhas petistas no Estado. Entre eles, a Viação Gontijo, que, segundo inquérito da Polícia Federal concluído em 2018, abasteceu com quantias milionárias, via caixa-dois, a campanha do então governador petista Fernando Pimentel. Outras empresas do setor de transportes também costumam financiar o PT mineiro e Pacheco, como se sabe, tem mandado e desmandado na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), por meio do diretor-geral Rafael Vitale, seu apadrinhado.

Lira e o PCdoB

Perguntado por um deputado do PCdoB se estaria interessado em nomear um aliado político para o ministério da Ciência e Tecnologia, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), respondeu: “Não há hipótese. O que eu vou fazer lá?” Mesmo com a bancada minúscula de seis deputados, os comunistas querem manter a deputada Luciana Santos (PE) e temem descontinuidade dos projetos se ela for transferida.

Faroeste ferve

O Gaeco, braço forte do MP, tem atribuição para investigar uma nova invasão da Operação Faroeste. Agora é na fazenda A Serteneja, em Barreiras, há 120 anos de posse e propriedade da família do ex- governador Antônio Balbino. Desta vez, também há suspeitas de empresa de segurança privada envolvida com oficiais da PM baiana.

Projeto arco-íris

O movimento LGBT+ vai fazer campanha para tentar dobrar o número de 30 vereadores e vereadoras militantes. O plano é que cada capital tenha pelo menos três candidatos gays, lésbicas, trans e não binários às Câmaras. A intenção é lançar candidatos em municípios pequenos, com população de 5 mil habitantes, e na metrópole São Paulo. Em aliança com partidos de esquerda. A recomendação é do líder Tony Reis.  

Tensão na CPMI

Depois do tenente-coronel do Exército Mauro Cid, o depoimento do ex-ministro da Justiça do Governo Bolsonaro Anderson Torres, que está preso, marcado para hoje, será um dos momentos mais esperados da CPMI dos Atos Antidemocráticos (8 de Janeiro). Foi na casa de Anderson que a PF encontrou uma minuta de decreto presidencial prevendo intervenção das Forças Armadas para anular as eleições de outubro. 

Hein?!

Dirigentes do Instituto Combustível Legal (ICL) foram ao vice-presidente Geraldo Alckmin propor uma frente contra adulteração de combustíveis e sonegação. Mas se esqueceram de dizer que a maioria dos postos flagrados com adulteração no Rio de Janeiro ostentam a marca de suas filiadas. O ICL é presidido pelo ex-deputado federal Emerson Kapaz, que foi acusado pelo MPF de ser um dos “sanguessugas” da máfia das ambulâncias no Ministério da Saúde anos atrás.

ESPLANADEIRA

# Pesquisa da PageGroup revela que contratações de profissionais do setor de óleo e gás crescem 25%. # Feira EducationUSA América Latina acontece dias 27, 29 e 31. #  VCI, desenvolvedora da rede de hotéis Hard Rock no Brasil, celebra R$ 2 bilhões em vendas. # Altafonte Music Rights fecha contrato de edição musical com Melly. # Saint-Gobain Canalização fornece tubos para abastecer o Uruguai durante a crise hídrica. # Marthius Sávio Lobato representa Brasília na disputa à vaga no TST pelo Quinto Constitucional da OAB.

As informações/opiniões aqui escritas são de cunho pessoal e não necessariamente refletem os posicionamentos do AQUINOTICIAS.COM

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape