ads-geral-topo

Sob flechas dos Povos Indígenas

A ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, tem tentado apagar incêndio após o presidente Lula da Silva não ter cumprido a promessa

3 mins de leitura

em 25 de abr de 2024, às 10h00

: Izânio Façanha" title="Charge>: Izânio Façanha">
Charge>: Izânio Façanha

Por Leandro Mazzini

Com Walmor Parente, Carol Purificação, Isabele Mendes e Luiza Melo

Triunvirato

Depois do pito do presidente Lula da Silva, os líderes do Governo, José Guimarães (CE), do PT, Odair Cunha (MG), e o deputado Carlos Zarattini (PT- SP) formaram uma força-tarefa para ouvir a insatisfação e demandas dos colegas da base para repassá-las diariamente aos articuladores do Governo. Não desgrudam e, além dos gabinetes e do Plenário, abordam deputados nos corredores. Uma das queixas recorrentes é a dificuldade de agenda com ministros, reclamação que é enviada pelos três diretamente para os chefes das pastas. Os deputados também estão atuando com elo de encontro de ministros com vice-líderes, como a reunião desta semana entre Alexandre Padilha (Secretaria de Relações Institucionais) e Rui Costa (Casa Civil) e parlamentares do MDB, PDT, PSD, União Brasil, PSB e PCdoB. 

Sob flechas

A ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, tem tentado apagar incêndio após o presidente Lula da Silva não ter cumprido a promessa de demarcar 14 terras indígenas. Ela admite que “é pouco”, mas tenta contemporizar as cobranças alegando que, neste um ano e quatro meses de Governo, foram homologados dez territórios indígenas. Nos dez anos anteriores, ela compara, foram apenas onze territórios demarcados.

Fora das pistas

Rubens Barrichello chegou acelerando fundo no mercado de apostas esportivas. Em um setor já saturado por celebridades, esportistas e ex-jogadores de futebol patrocinados por sites especializados em apostas, Rubinho adotou caminho diferente. O piloto foi anunciado como diretor não-executivo para a América Latina da SOFTSWISS, empresa europeia líder no desenvolvimento de soluções de software para iGaming.

Climão

Em uma coletiva de imprensa realizada na segunda, 22, no horário do almoço, na Embaixada da Autoridade Palestina, em Brasília, jornalistas de vários veículos passaram por situação constrangedora. O motivo: não foi servido o almoço para eles, sendo que serviu para os diplomatas presentes e seus respectivos motoristas. Todos os jornalistas foram embora e não publicaram nada sobre a entrevista.

Discrepância

Ao ver como “discrepância” a proposta de aumento de 57% para a presidente do Banco do Brasil, Tarciana Medeiro, o senador Cleitinho (Republicanos-MG) lembra que o reajuste do mínimo previsto para 2025 é de 2,6%. “Acho que tem que ter a consciência. Por isso o Brasil está como está”, afirma ao defender mudanças “no modo como o dinheiro público é administrado”.

Saúde que funciona

Uma equipe de cirurgiões do Hospital de Base, da rede de saúde pública de Brasília, salvou semana passada o menino A.F.M, de 5 anos, de uma meningite grave. Fizeram duas cirurgias no cérebro em 24 horas. O caso só foi descoberto após atendimento de uma médica na tenda de combate à dengue no Guará, que pediu urgência no encaminhamento ao descobrir a meningite.

ESPLANADEIRA

# Casa do Construtor inaugura 700ª unidade na cidade de Capanema (PA), dia 30.  # Amec e CFA Society Brazil divulgam relatório consolidado do Código Brasileiro de Stewardship. # Greenjot aposta no mercado de encomendas para inovar e crescer. # Docusign lança nova categoria de SAAS. # Revista Justiça & Cidadania promove seminário “Desjudicialização da Saúde Suplementar”, dia 9 de maio, na Escola Paulista da Magistratura (SP). # Odonto Special planeja crescer 25% em faturamento. # Galeria M.D. Gotlib abre a exposição ‘Offence’, hoje, no RJ, às 17h.

As informações/opiniões aqui escritas são de cunho pessoal e não necessariamente refletem os posicionamentos do AQUINOTICIAS.COM

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape