ads-geral-topo
Variedades

VÍDEO: entenda a treta do triângulo amoroso entre pai, filha e genro

Uma jovem causou na web ao expor o relacionamento que seu pai mantinha com seu marido por dois anos. Ela expôs vídeos íntimos dos dois

Por Redação

2 mins de leitura

em 23 de nov de 2023, às 11h48

Foto: Reprodução

A cidade de Araraquara (SP) se tornou palco de uma treta que ganhou as redes sociais nesta quarta-feira (22/11). Uma jovem causou na web ao expor o relacionamento que seu pai mantinha com seu marido, segundo ela, por dois anos. Camila Oliveira, revoltada com a situação, resolveu divulgar vídeos e prints que comprovam o romance. Após a exposição, o caos se instaurou no município e teve treta com direito a carro pegando fogo e até espancamento.

Camila usou o Facebook, no último fim de semana, para comunicar aos amigos da rede social que o marido mantinha relações sexuais com seu pai por dinheiro. Além de publicar prints de conversas entre os dois, ela deixou seu WhatsApp disponível para transmitir vídeos íntimos do pai e do namorado para quem quisesse receber.

As imagens em que os dois aparecem no motel circularam rapidamente entre os moradores da cidade, de 238 mil habitantes, e logo tomaram conta de todo o Brasil. As palavras “Araraquara” e “Genro” estão entre os trending topics do X (antigo Twitter).

Nos prints divulgados por Camila, Juninho Virgilio (genro) e Edielson Oliveira (sogro) trocam declarações picantes e conversam sobre empréstimos de dinheiro.

Em um trecho da conversa, Edielson chega a cobrar reciprocidade do genro: “Antes do dinheiro falava ‘te amo’, respondia…”.

Confusão e Gritaria

Após a repercussão do caso, o pai da jovem, de 45 anos, teria ido até a casa dela e ateado fogo no carro do namorado. Enquanto o veículo era destruído pelas chamas, o homem teria gritado e falado sobre o suposto caso com o ex-genro. Jornais locais relatam que testemunhas viram o homem admitir a relação com o rapaz.

Durante a confusão, o homem jogou uma garrafa de vidro contra uma residência e acabou ferindo uma jovem. Em seguida, vizinhos o agrediram com socos, chutes e cadeiradas. Edielson, ainda segundo jornais locais, foi levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte: Metrópoles

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

Assuntos:

São Paulo
ads-geral-rodape