ads-geral-topo
Política

Em Brasília, Bruno Resende participa de fórum sobre políticas para tratamento do câncer

O deputado estadual é médico radio-oncologista e presidente da Comissão de Saúde da Ales

Por Redação

4 mins de leitura

em 12 de abr de 2023, às 14h59

Foto: Divulgação | Assessoria do deputado

O deputado estadual e presidente da Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), Dr. Bruno Resende (União), participou, nesta terça-feira (11), do 3º Fórum de Oncologia da Associação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Combate ao Câncer (Abificc), que debate políticas públicas nacionais de enfrentamento a doença.

“A Abificc tem mais de 30 anos de atuação. Foi fundada em 1990 e representa uma das grandes sustentações do Sistema Único de Saúde do país”, destaca o parlamentar, que também é presidente da Frente Parlamentar Contra o Câncer e da Frente Parlamentar em Defesa dos Hospitais Filantrópicos.

Entre os temas debatidos no fórum, intitulado “Perspectivas para a oncologia: mudanças são necessárias”, estão: sistemas de compras, custos e gestão por indicadores; novas tecnologias para o tratamento do câncer: dificuldades nas incorporações e as diversas interpretações para repasse de recursos financeiros às entidades filantrópicas.

Dr. Bruno Resende participa do encontro como presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa e com médico radio-oncologista do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim. Também participa o Dr. Paulo Canary, que é chefe do Serviço de Radioterapia da UFRJ e coordenador da Radioterapia do HECI, junto com Dr. Bruno.

Abificc

Em um universo de 346 serviços credenciados, 39% dos centros de alta complexidade em oncologia, os chamados CACONs, são entidades ligadas à Abificc. Considerando outros 2% das unidades de complexidade em oncologia, as UNACONs, a Abificc responde por 41% desses tratamentos.

No Espírito Santo, no tratamento de quimioterapia, somando o Hospital Evangélico de Cachoeiro, o Hospital Rio Doce e a Associação Feminina de Combate ao Câncer (Afecc), as entidades da Abificc representam 70% desse atendimento.

O deputado estadual e presidente da Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), Dr. Bruno Resende (União), participou, nesta terça-feira (11), do 3º Fórum de Oncologia da Associação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Combate ao Câncer (Abificc), que debate políticas públicas nacionais de enfrentamento a doença.

“A Abificc tem mais de 30 anos de atuação. Foi fundada em 1990 e representa uma das grandes sustentações do Sistema Único de Saúde do país”, destaca o parlamentar, que também é presidente da Frente Parlamentar Contra o Câncer e da Frente Parlamentar em Defesa dos Hospitais Filantrópicos.

Entre os temas debatidos no fórum, intitulado “Perspectivas para a oncologia: mudanças são necessárias”, estão: sistemas de compras, custos e gestão por indicadores; novas tecnologias para o tratamento do câncer: dificuldades nas incorporações e as diversas interpretações para repasse de recursos financeiros às entidades filantrópicas.

Dr. Bruno Resende participa do encontro como presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa e com médico radio-oncologista do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim. Também participa o Dr. Paulo Canary, que é chefe do Serviço de Radioterapia da UFRJ e coordenador da Radioterapia do HECI, junto com Dr. Bruno.

Abificc

Em um universo de 346 serviços credenciados, 39% dos centros de alta complexidade em oncologia, os chamados CACONs, são entidades ligadas à Abificc. Considerando outros 2% das unidades de complexidade em oncologia, as UNACONs, a Abificc responde por 41% desses tratamentos.

No Espírito Santo, no tratamento de quimioterapia, somando o Hospital Evangélico de Cachoeiro, o Hospital Rio Doce e a Associação Feminina de Combate ao Câncer (Afecc), as entidades da Abificc representam 70% desse atendimento.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

Assuntos:

Bruno Resende
ads-geral-rodape