ads-geral-topo
Saúde e Bem-estar

Vacina contra a gripe: tire todas as dúvidas sobre o imunizante

Mesmo tratando-se de uma vacina inativada, que não tem como causar a doença, muitos ainda questionam suas indicações

Por Redação

em 24 de maio de 2023, às 08h20

3 mins de leitura

Foto: Divulgação

A vacina da gripe faz parte do calendário de vacinação do Brasil, e protege a população contra alguns tipos de Influenza. Na rede privada a vacina oferecida é quadrivalente e no SUS trivalente. “A vacina dos postos de saúde oferece proteção contra três cepas: H1N1, H3N2 e influenza B. É muito importante que as pessoas que têm mais de 60 anos, comorbidades, assim como as crianças, tomem a vacina”, alerta a infectologista Ana Carolina D’Ettorres.

A especialista reforça que a vacina é indicada para o público a partir de seis meses de vida, principalmente para aqueles com maior risco para infecções respiratórias, que podem desenvolver a forma grave da doença. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, todos os anos, de 5% a 10% da população mundial seja infectada pelo vírus. São notificados cerca de 1 bilhão de casos da doença, dos quais 3 a 5 milhões são graves e entre 290 mil a 650 mil evoluem para o óbito.

“Falta informação de qualidade para as pessoas, por isso, algumas ficam em dúvida se podem ou não tomar a vacina. Quem faz tratamento de câncer pode tomar vacina da gripe? Grávidas podem ser vacinadas? A resposta é sim. É seguro tomar a vacina da gripe, visto que ela é feita por meio de vírus inativado. Além de eficaz, ela é segura para esse público, que é considerado do grupo de risco”, esclarece Ana Carolina.

A infectologista salienta que, ao não tomar a vacina, essa população com comorbidades pode ter quadros mais graves de influenza e isso atrapalhar inclusive seus tratamentos, como no caso do câncer, por exemplo. Importante ressaltar que os médicos que acompanham o paciente devem sempre ser consultados para indicar o melhor momento para tomar a vacina. O imunizante é contraindicado para pessoas com alergia grave a algum componente da vacina.

Gripe x resfriado

Ao contrário dos resfriados, causados por outros vírus, a gripe apresenta a característica de, quase sempre, ter um início súbito. Febre, dor no corpo, tosse, dor de garganta, coriza, calafrios, tremores e dor de cabeça são os principais sintomas. A infecção geralmente dura uma semana e os sintomas podem persistir por alguns dias.

A transmissão da Influenza acontece a partir do contato com as secreções expelidas pelas vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao falar, espirrar ou tossir. No entanto, o contágio pode ocorrer também de forma indireta, quando o indivíduo contrai o vírus ao levar as mãos à boca, nariz ou olhos após ter tocado em superfícies contaminadas.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape