ads-geral-topo
Política

Alegre: TCE recomenda rejeição de contas de ex-prefeito

A decisão se deu pelo voto do relator, conselheiro Domingos Taufner. 

Por Redação

em 28 de ago de 2023, às 17h35

2 mins de leitura

Foto: Reprodução | TJES

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-ES) emitiu parecer prévio recomendando a rejeição da Prestação de Contas Anual da Prefeitura Municipal de Alegre, sob responsabilidade do prefeito José Guilherme Gonçalves em 2020, devido a manutenção de duas irregularidades.  A decisão se deu pelo voto do relator, conselheiro Domingos Taufner. 

Irregularidades 

A primeira irregularidade mantida refere-se à ausência de equilíbrio financeiro do regime previdenciário em capitalização decorrente de insuficiência financeira desprovida de aporte do Tesouro. Ou seja, há insuficiência financeira e o município não está realizando os aportes necessários para sustentar o Regime Próprio de Previdência Social.  A insuficiência reportada foi de R$ 4.637.347,55. 

Já a segunda irregularidade aponta ausência de equilíbrio financeiro e atuarial do regime previdenciário decorrente de atraso no repasse de contribuições previdenciárias patronais normais e suplementares. A equipe técnica apurou que, no total, R$ 1.434.444,20 não foram repassados.

Esse atraso compromete a capacidade do sistema previdenciário municipal de atuar efetivamente, visto que os recursos que deveriam ser investidos e utilizados para pagamento de benefícios não foram devidamente administrados. 

Ambas irregularidades afrontam o princípio constitucional do equilíbrio financeiro e atuarial, que deve ser aplicado pelo prefeito. 

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape