ads-geral-topo
Cidades

Quinze dicas do Procon para economizar nas compras do supermercado

Consumidores devem ficar atentos no momento das compras

Por Redação

em 20 de out de 2023, às 14h57

5 mins de leitura

Foto: Reprodução/Web

O supermercado é uma conta que preocupa para muitas famílias, e o Procon de Cachoeiro, atento à alta dos preços de gêneros de primeira necessidade, preparou 15 dicas interessantes para quem quer economizar na hora das compras.

Fazer uma lista antes de sair, planejar um cardápio para a semana, fazer compras no atacado e optar por versões concentradas são algumas das sugestões que podem valer alguns reais a mais no bolso ao final do mês.

Mas o órgão de defesa do consumidor lembra que, antes de ir às compras, também vale consultar a pesquisa de preços realizada semanalmente e divulgada no endereço eletrônico https://www.cachoeiro.es.gov.br/procon/pesquisas-de-precos-procon/cesta-basica/. Nela, é possível conferir e comparar valores de vários alimentos popularmente consumidos no Brasil, além de produtos de higiene pessoal e de limpeza.

“O objetivo desse nosso trabalho é facilitar, mostrando os melhores preços, permitindo que o consumidor faça mais economia”, destaca o coordenador do Procon municipal, Luís Guimarães de Oliveira.

Quer conferir todas as dicas e fazer o dinheiro render? Então, vale dar uma olhada na tabela abaixo

1- Monte o cardápio semanal: o hábito de planejar as refeições, além de simplificar a vida, ajuda a evitar desperdícios. Depois, faça uma lista dos itens necessários para preparar cada prato. Essa organização também ajuda a pensar em como equilibrar a alimentação e aproveitar melhor os alimentos.

2 – Faça a lista de compra antes de sair de casa e use a calculadora do celular para ir somando cada item que você coloca dentro do carrinho para controlar os gastos antes de chegar ao caixa e evitar surpresas.

3 – Defina uma periodicidade para fazer compras: produtos de higiene, limpeza e cerais que têm prazos de validade mais longos, podem ser comprados uma vez por mês. Já os alimentos frescos, podem ser adquiridos semanalmente. No caso de hortifrutigranjeiros e carnes, há mercados que fazem promoções em determinados dias da semana.  

4 – Pesquise preços usando a tabela do Procon Cachoeiro: https://www.cachoeiro.es.gov.br/procon/pesquisas-de-precos-procon/cesta-basica/

5 – Acompanhe as promoções em parceria com os fabricantes, que podem ser bem interessantes: Comprar três caixas de sabão em pó numa oferta “leve 3 e pague 2” gera uma economia de 33%. Confira, antes, o preço normal do produto e aproveite para estocar itens que têm validade longa. Mas cuidado com publicidades enganosas.

6 – Economize fazendo compras no atacado: muitos têm organizado grupos para comprar em atacados ou “atacarejos” (lojas que combinam vendas no varejo e no atacado). Em grandes quantidades, o valor unitário é menor. Amigos e vizinhos podem usar o WhatsApp para combinar quando, onde, o que comprar, como pagar e distribuir os produtos.

 7 – Mercados municipais: neles, é possível encontrar produtos por um valor bem inferior ao dos mercados.

 8 – Opte por versões concentradas: a dica vale, principalmente, para produtos de limpeza, como amaciantes e detergentes, que possibilitam usar uma quantidade menor que a versão tradicional para ter o mesmo resultado. O preço é mais em conta e você ainda ajuda a proteger o ambiente, reduzindo a quantidade de embalagens descartadas.

9 – Embalagens refil: já reparou que muitos produtos de limpeza têm uma versão em embalagem fácil de usar e outra em refil, em formato tipo sachê? A dica é guardar a embalagem vazia e, na hora de repor, comprar o refil, que custa menos. O sabão em pó é outro produto que, na embalagem sachê, costuma ter um preço inferior que a vendida em caixas. Para facilitar o uso, guarde o produto em um pote plástico e deixe, dentro, um dosador (uma colher, por exemplo).

10 – Espaço para novas marcas: se você tem o hábito de usar sempre a mesma, experimente conhecer outras, em especial, as próprias das redes de supermercados. Você pode se surpreender com a qualidade similar e o preço inferior ao de produtos já consolidados.

 11 – Não se deixe seduzir: as gôndolas dos supermercados são organizadas para incentivar você a comprar. Os produtos mais vendidos costumam ficar à altura dos olhos. A padaria é posicionada no fundo da loja, de maneira que você passe pela seção de cafés e biscoitos. Já doces e chocolates são posicionados ao alcance das crianças. A sugestão é grudar na lista de compras para evitar as armadilhas e gastar mais do que pretende.

12 – Prefira produtos da estação: Frutas e hortaliças custam menos, são mais fresquinhos e nutritivos conforme a estação em que são colhidos. Aproveite cada temporada para diversificar o cardápio da família.

13 – Programas de fidelidade e cartões de desconto: muitas lojas têm cartão de crédito próprio, que você pode usar para pagar as contas e obter descontos em produtos. Mas isso só vale a pena se os cartões forem isentos de cobrança de anuidade. Outras redes oferecem pontos que são acumulados e depois podem ser trocados por crédito no caixa, prêmios ou descontos em produtos. É sempre uma chance de economizar, mas nem por isso vale a pena concentrar suas compras ali. Pesquise!

14 – Fique de olho no caixa: não é raro o preço do caixa ser diferente daquele mostrado na prateleira, principalmente quando o produto está em promoção. Então, acompanhe o registro de cada produto e fique atento ao valor mostrado no visor. Em caso de divergência, peça a correção. Neste caso prevalecerá ao consumidor o menor preço, caso não haja a correção.

15 – Anote todos os seus gastos: você sabe exatamente qual o valor mensal de suas despesas com alimentos e demais itens da despensa.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape