ads-geral-topo
Sustentabilidade e Meio Ambiente

Alegre: Premiação Gestágua 2023 celebra a Inovação e o compromisso ambiental

O objetivo do evento é reconhecer e incentivar projetos inovadores relacionados a práticas conservacionistas do solo e da água

Por Redação

em 21 de nov de 2023, às 15h57

3 mins de leitura

Foto: Divulgação PMA

No dia 13 de novembro de 2023 ocorreu a Premiação do Gestágua, Editais 003/2023 – Prêmio Alegre Ambiental e 004/2023 – Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). O evento foi realizado na Unidade de Conservação ARIE “Laerth Paiva Gama”.

O Programa Gestágua está na sua terceira edição, se dividindo entre: Prêmio Alegre Ambiental, que esse ano teve como tema “conservando o futuro” com o objetivo de reconhecer e incentivar projetos inovadores relacionados a práticas conservacionistas do solo e da água, além de promover iniciativas que contribuam para a proteção e preservação dos recursos naturais.

Além disso, uma outra vertente do Gestágua é o PSA – Pagamento por Serviços Ambientais, que objetiva remunerar os produtores rurais que possuam práticas conservacionistas que venham a contribuir para a diminuição da erosão e para o aumento da infiltração de água, como reflorestamento em área de preservação permanente (APP) e recuperação de nascentes.

Leia também: 2ª Agroshow Caparaó: mais de 170 animais em exposição

No Prêmio Alegre Ambiental foram contemplados cinco prêmios de R$ 6.000,00 (seis mil reais) cada em reconhecimento à essas ações, são eles:

  1. ADÃO ABREU DE OLIVEIRA – Produtor rural que promove agricultura agroecológica em sistema agroflorestal no sítio floresta. Além de medidas de captação de água e conscientização ambiental na comunidade.
  2. ADRIANA DE SOUZA ANSELMO – que promove reciclagem e reutilização de óleo para a confecção de sabão, em função de preservação das águas e solos e promoção do empreendedorismo pelo projeto MEIQUE.
  3. ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL KAPIXA’WA – que desenvolve projetos de fortalecimento à agricultura familiar e educação ambiental.
  4. NEWTON BARBOZA CAMPOS – que prática agricultura agroecológica em sistema agroflorestal e ações que favorecem a infiltração de água no solo, além de conscientização e educação ambiental na propriedade Sítio Jaqueira
  5. VICTOR SILVEIRA MASSINI – professor que promove um projeto escolar de educação ambiental na Escola Aristeu Aguiar intitulado “água: fonte da vida”.

Já os contemplados na categoria por Pagamento de Serviços Ambientais foram 19 produtores enquadrados em quatro modalidades, sendo elas: conservacionista, recuperação/restauração, modalidades produtiva e instalação de caixas de abelha (que é um adicional para inscritos em uma das outras três modalidades anteriores), recebendo valores entre R$ 5.100,00 (cinco mil e cem reais) à 14.600,00 (quatorze mil e seicentos reais), os recursos destinados serão um total de R$ 166.900,00 (cento e sessenta e seis mil e novecentos reais).

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape