ads-geral-topo
Saúde e Bem-estar

Qual a importância das doações de sangue antes do Carnaval? Confira

Aumento nos índices de acidentes e queda nas contribuições neste intervalo acendem alerta nos centros de doação sanguínea

Por Redação

em 09 de fev de 2024, às 12h49

2 mins de leitura

Foto: Divulgação

Durante o período carnavalesco, é frequente o aumento de incidentes rodoviários e episódios de violência, circunstâncias que podem resultar em hospitalizações. Simultaneamente, observa-se uma redução no número de doações de sangue nos hemocentros, sinalizando a necessidade de reforçar os estoques sanguíneos durante essa época.

O Grupo de Voluntários Unimed (VOU) da Unimed Sul Capixaba realiza uma ação duas vezes por ano, em que os integrantes são convidados a doar e a convidar amigos e familiares para fazerem o mesmo. No último sábado (03) o grupo deu início à sua primeira ação do ano.

De acordo com o Ministério da Saúde, para ser doador de sangue, é preciso ter entre 16 e 69 anos, sendo que a primeira doação deve ser feita obrigatoriamente até os 60 anos. Menores de 18 anos só podem doar com a autorização dos responsáveis. É necessário pesar no mínimo 50 kg, ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas, estar alimentado, evitar alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue.

Segundo a médica hematologista da Unimed Sul Capixaba, Mariana Bonfim, durante grandes feriados, especialmente no Carnaval, há uma queda considerável nas doações de sangue, então os estoques acabam reduzindo bastante. Ao mesmo tempo, há um aumento de incidentes, consequentemente, maior demanda de transfusão. “Então é importante, nessa época do ano, os centros, as agências, os bancos do sangue, sempre se programarem, fazerem eventos, campanhas, para conscientizar a população da importância de doação em qualquer época do ano, principalmente nessas, que a gente tem uma queda do fornecimento com uma demanda maior”, constata.

Ela lembra também das outras doenças que também são transfundidas. “A necessidade da transfusão recorrente não fará uma pausa nos feriados. A demanda de transfusão para pacientes de quimioterapia, pacientes de cirurgias, entre outros continua. Então, é importante ter essa organização da agência para que não falte sangue, nenhum hemocomponente nesse período”, completa a hematologista.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape