ads-geral-topo

Venda Nova do Imigrante

Reunião estratégica para unificar serviços da Polícia Técnico-Científica

Prefeitura de Venda Nova também anunciou um projeto de sede

Por Redação

em 08 de fev de 2024, às 13h43

4 mins de leitura

Fotos: Axl Viana/AssCom PMVNI

Nesta quarta-feira (7), na sala de reuniões do gabinete, o prefeito de Venda Nova do Imigrante, Paulinho Mineti, recebeu o perito geral da Polícia Técnico-Científica (SPTC), Carlos Alberto Dal-Cin, peritos criminais, médicos legistas, empresários locais, além do comando da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar e do Conselho Municipal de Segurança (Conseg) para discutir a unificação dos serviços prestados pela Polícia Técnico-Científica, entre eles o de Verificação de Óbito (SVO). Recentemente, a SPTC foi desmembrada do organograma da Polícia Civil (PC), se tornando um órgão independente, e que passa por reestruturação em todo o Estado.

A proposta é da construção de um complexo regional para centralizar esses serviços, atualmente disponíveis em estabelecimentos diferentes, beneficiando Venda Nova e outros 17 municípios da região. A área sondada é um terreno com 2.500 m² localizado na altura do antigo “Pinicão”, às margens da BR-262, em Bananeiras, do outro lado da 11ª Delegacia Regional da Polícia Civil. Conforme o planejamento, o Samu 192 também será sediado no complexo. Na avaliação do grupo, a localização estratégica facilitará a atuação dos envolvidos em casos de ocorrência na região.

De acordo com o prefeito, a área passa por desdobramento (são duas parcelas) juntamente à proprietária do terreno, a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan). Pelo planejamento, a cessão do terreno será feita de imediato, e o início do funcionamento do complexo está previsto para 2026.

Enquanto o plano caminha, a Prefeitura de Venda Nova cedeu provisoriamente uma das dependências da Casa do Cidadão, que vai abrigar dormitórios para acomodar peritos durante plantão de trabalho. A 11ª Delegacia Regional deu prazo para os peritos desocuparem o atual espaço onde atuam atualmente. Vale ressaltar que a Prefeitura já remanejou o serviço de identificação civil (Carteira de Identidade) para o mesmo edifício da Casa do Cidadão.

O município de Venda Nova do Imigrante é referência regional em várias prestações de serviço, sejam eles públicos ou privados. Em agosto passado, o Serviço Médico Legal (SML) Sul-Serrano completou um ano de operações em Venda Nova, numa parceria com a Prefeitura, realizando mais de mil atendimentos. Mineti enfatiza que a nova sede vai organizar o trabalho da Polícia Técnico-Científica, uma vez que a necrópsia ainda é feita em parceria com uma funerária local.

“A Polícia Técnico-Científica quer ficar em Venda Nova devido à comodidade e por já oferecer seus serviços no município. Falta agora centralizá-los. Dal-Cin (SPTC) teve o aval do governador (Renato Casagrande) para esta agenda. A gente quer muito isso. O SML realizou mais de mil atendimentos de pessoas que, no pior momento para uma família, o óbito, tinham que nos deslocar para Cachoeiro ou Vitória. É uma segurança a mais”, declara o prefeito.

De acordo com o perito geral da SPTC, Carlos Dal-Cin, a ideia é levar as necessidades atuais para conhecimento da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) e avançar com as pautas. “A perícia precisa de mais espaço, e o município de Venda Nova quer fazer esse avanço e trabalhar na construção da nova sede. Temos um projeto padrão para o interior do Estado, enxuto, operacional e de custo razoável”.

Membro do Conseg, Gustavo Merçon, destacou a necessidade de lei municipal prevendo doação e cessão de uso do terreno para o empreendimento. Ainda de acordo com Merçon, um aporte via emenda parlamentar estadual já existe para dar vazão ao projeto do complexo regional da Polícia Técnico-Científica em Venda Nova.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape