ads-geral-topo
Política

Eleições 2024: saiba o que é janela partidária, que começa nesta quinta (7)

Nas eleições municipais de 2024, a possibilidade é válida para somente para vereadores e a mudança deve ser realizada no prazo permitido, ou seja, até o dia 5 de abril

Por Estadão

2 mins de leitura

em 07 de mar de 2024, às 17h34

Foto: Antonio Augusto/TSE

O prazo para vereadoras e vereadores se filiarem a outras siglas sem prejuízo do mandato se inicia nesta quinta-feira (7). Conhecida como janela partidária, a norma é um intervalo de 30 dias, aberto somente em anos eleitorais. Isso serve para que as pessoas que detêm mandatos eletivos obtidos em eleições proporcionais possam mudar de legenda sem perder o cargo atual.

A janela partidária foi uma saída criada pelo Congresso após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinar que os cargos obtidos em eleições proporcionais devem ter uma fidelidade partidária, pois pertencem aos partidos e não ao candidato.

Leia também: Ações do TRE-ES aproximam jovens capixabas do processo eleitoral

Nas eleições municipais de 2024, a possibilidade é válida para somente para vereadores. A mudança deve ser realizada até o dia 5 de abril.

Janela partidária

A regra também se aplica para deputadas ou deputados (distritais, estaduais ou federais). Porém, em 2024, apenas os mandatos de vereador estão prestes a terminar e, por isso, a norma vale somente para esse cargo. Os deputados eleitos em 2022 poderão fazer o uso da janela partidária somente em 2026.

O TSE também estabelece que, fora do período da janela partidária, as situações que permitem a mudança de partido com justa causa são: desvio do programa partidário ou grave discriminação pessoal. Trocas de legenda que não se enquadrem nesses motivos podem levar à perda do mandato.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

Assuntos:

Política
ads-geral-rodape