ads-geral-topo
Esportes

Copa das Favelas: mesmo com dificuldades, final agita Cachoeiro mais uma vez

A categoria Sub-16, teve o Projeto Atletas da Paz, do Zumbi, como campeões

Por Jonathan Gonçalves

3 mins de leitura

em 24 de maio de 2024, às 18h09

Foto: Divulgação/Copa das Favelas

A Copa das Favelas Zumbi, projeto que vem ajudando muito a comunidade, mais uma vez agitou Cachoeiro de Itapemirim, desta vez nas categorias Sub-14 e Sub-16.

Leia também: Instruções para Corrida de São Pedro continuam no domingo (26)

As categorias Sub-14 e Sub-16 tiveram suas finais realizadas nesta terça-feira (21). Na ocasião, se enfrentaram as equipes: Projeto Abraçando Futuro (Village) x Projeto Atletas da Paz (Zumbi).

O título da categoria Sub-14 ficou com a equipe do Village, vencendo a final por 4 a 2. Já a categoria Sub-16, teve o Projeto Atletas da Paz, do Zumbi, como campeões. A final ficou em 7 a 2, para o Zumbi.

“Nós do Projeto Abraçando o Futuro estamos muito felizes pela conquista do título da Copa das Favelas, pela primeira vez. Conseguimos impor nosso futebol em quadra e, levar o título. Gostaríamos de parabenizar as equipes envolvidas e agradecer ao organizador Pablo Miller, pela oportunidade de participar de uma competição que está ganhando cada vez mais visibilidade no cenário da nossa cidade”, ressaltou João Vitor Rangel, treinador da equipe Abraçando o Futuro, do Village.

“Esse título resume bem a história e o povo do Zumbi, um título com muita dificuldade e superação. Mas, nunca desistimos dessa final e, muito menos de que éramos capazes de sair campeão da copa. Agradeço a todos os meninos: David, João Vitor, João Marcos, Rafael, Missenio, Miguel, Fernando, Leozinho, Tiago e João Eberton. Time de guerreiros, minha segunda família. Agradeço a toda população do Zumbi, que lotou nossos jogos e abraçou nossa equipe, e ao Pablo Miller, pelo trabalho que vem fazendo com a Copa das Favelas. Em especial, com a minha família, onde nunca faltou apoio. Obrigado Zumbi!”, finalizou Roger Fernandes Gonçalves, treinador do time do Zumbi.

Organização

Pablo Miller, organizador da CDFZ. Foto: Divulgação

Pablo Miller, organizador e criador da Copa das Favelas, foi muito elogiado pelos participantes. Além da ótima organização, jogadores e treinadores reforçaram o desejo do organizador de fazer o bem, muitas vezes colocando a “cara a tapa”, sempre visando dias melhores para a comunidade.

“Foi incrível, no momento que teve o ocorrido na comunidade, muitos estavam desanimados de fazer acontecer a final. Mas, pela direção de Deus, ele chegou e conversou com todos, assumiu a posição de líder. Só tenho que agradecer o Pablo por estar fazendo o que ninguém fez durante toda minha vida na comunidade do Zumbi. Espero que alguém olhe para esse garoto, com olhos diferentes. Tem colhões, para fazer acontecer, sem apoio, ele faz, imagina com apoio, o que não pode fazer. Não só pelo Zumbi, mas por Cachoeiro”, Frisou Jefferson Barbetto, acessor esportivo da Academy Cream.

Confira os destaques da Copa das Favelas

  • Melhor goleiro Sub-14 – Daniel (Abraçando Futuro)
  • Melhor goleiro Sub-16 – Davi Rezende (Atletas da Paz)
  • Artilheiro Sub-14 – Rayan Garcia (Atletas da Paz)
  • Artilheiro Sub-16 – Murilo Peixoto (Abraçando Futuro)

Murilo Peixoto também foi artilheiro na edição de 2023

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape