ads-geral-topo
Política

PF prende investigados por graves ameaças à família de ministro do STF

As diligências foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República e visam "complementar evidências" em torno das ameaças, diz a PF.

Por Estadão

1 min de leitura

em 31 de maio de 2024, às 15h08

Foto: Agência Brasil

A Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira (31), dois investigados por supostas “violentas ameaças” a familiares do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Um dos presos é um fuzileiro naval, o que motivou a participação da Marinha na ofensiva.

As diligências foram solicitadas pela Procuradoria-Geral da República e visam “complementar evidências” em torno das ameaças, diz a PF.

LEIA TAMBÉM: MDB pede busca e apreensão na Justiça contra PT

O aval para a operação partiu do próprio ministro Alexandre de Moraes.

As prisões tem caráter preventivo – quando não há data para acabar – e foram cumpridas no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Os agentes cumprem ainda cinco mandados de busca e apreensão.

Estadão Conteúdo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape