ads-geral-topo
Segurança

Jovem morre após realizar ‘malabarismo’ com moto em Cachoeiro

O acidente aconteceu na noite do último sábado (8); o condutor da outra motocicleta envolvida no acidente não foi localizado

Por Andrei Soares

2 mins de leitura

em 10 de jun de 2024, às 11h20

Foto: Divulgação

Um jovem, de 18 anos, morreu após realizar ‘malabarismo’ em um evento na pista de arrancada na localidade de Timbó, em Cachoeiro de Itapemirim. Aliás, o acidente ocorreu na noite do último sábado (8).

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que o jovem, identificado como Kauan da Silva Corrêa, de 18 anos, estava fazendo manobras e equilibrando a moto em apenas uma roda. Ainda, segundo as testemunhas, a vítima não estava de capacete e, em um determinado momento, desequilibrou e acabou caindo na pista.

Leia também: Caminhão com retroescavadeira derruba poste em Cachoeiro

Na queda, um outro motociclista, que seguia atrás, não viu a vítima e acabou atropelando Kauan, que foi atingido na cabeça, sofrendo traumas severos.

Pessoas que estavam no local acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Porém, quando a equipe chegou ao local, a vítima já estava em óbito. Os militares não localizaram o condutor e a outra moto envolvida no acidente.

Moto usada no ‘malabarismo’ não era da vítima

Em conversa com os policiais, o dono da moto que a vítima pilotava informou que Kauan tinha pedido o veículo emprestado para realizar manobras. No entanto, ele recusou o pedido. O dono contou ainda que esqueceu a chave na ignição do veículo, num momento de descuido., Foi quando Kauan pegou a moto e saiu pilotando.

Os militares conduziram o dono da moto a 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro. Ele assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por ter permitido/confiado a direção do veículo a pessoa não habilitada.

A Polícia Científica (PCIES) informou que a perícia foi acionada na noite do último sábado (8), por volta de 18h15, para uma ocorrência de tombamento com vítima fatal. A perícia encaminhou o corpo da vítima ao Serviço Médico Legal (SML), para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para os familiares.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape