ads-geral-topo
Nacional

Pai é preso por suspeita de abusar sexualmente da filha em UTI

A adolescente de 17 anos foi hospitalizada após sofrer uma parada cardiorrespiratória decorrente de uma crise de asma. À polícia, o suspeito negou as acusações

Por Estadão

2 mins de leitura

em 15 de jun de 2024, às 09h24

Foto: Reprodução/TV Globo

Um homem de 59 anos foi preso em maio por suspeita de abusar sexualmente de sua filha, que estava internada na UTI de um hospital em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. À polícia, o suspeito negou as acusações.

A adolescente de 17 anos foi hospitalizada após sofrer uma parada cardiorrespiratória decorrente de uma crise de asma. Ela teve uma série de complicações e deu entrada na UTI em 3 de abril para tratar uma pneumonia.

Durante a internação, a equipe de enfermagem começou a perceber alterações no comportamento da jovem quando o pai se aproximava, como agitação e aumento dos batimentos cardíacos. Como estava com a saúde debilitada e respirava por meio de traqueostomia, a vítima não conseguia se comunicar.

O comportamento do homem, sempre muito próximo da filha, também chamou a atenção. Os profissionais conseguiram gravar cenas do abuso e denunciaram o caso à Polícia Civil. Os vídeos mostram o homem passando a mão nos seios da adolescente por baixo do avental.

A prisão do agressor foi efetuada no mesmo dia, com base nas gravações e nos depoimentos de sete enfermeiros. Posteriormente, o abuso foi confirmado por exame de corpo de delito.

Leia também: Suspeito de matar companheira é internado pela Polícia Civil no ES

“O legista do IML esteve no hospital e constatou lesões no órgão genital compatíveis com atos libidinosos diversos”, relatou a delegada seccional de São Bernardo do Campo, Kelly Cristina Sacchetto.

Com o resultado dos laudos, a Justiça converteu a prisão em preventiva. O homem se tornou réu por estupro de vulnerável, crime com pena de 8 a 15 anos de reclusão.

À polícia, o suspeito negou as acusações. A investigação ainda deve ouvir amigos e pessoas próximas da adolescente para verificar se há indícios de abusos anteriores à internação. A defesa do acusado não foi localizada pela reportagem.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape