ads-geral-topo
Esportes

Corinthians sofre com erros individuais e leva 3 a 0 do Cruzeiro

O resultado deixa o Corinthians com os mesmos 12 pontos do início da rodada, mantendo o time do Parque São Jorge na zona de rebaixamento

Por Estadão

4 mins de leitura

em 08 de jul de 2024, às 09h24

Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Em tarde de pouca inspiração, o Corinthians foi derrotado neste domingo (7_ pelo Cruzeiro, por 3 a 0, no Mineirão. O time alvinegro foi castigado por erros individuais de Félix Torres e Hugo, careceu de ideias para agredir o adversário e não foi páreo no duelo com a equipe mineira. Matheus Pereira e Barreal, no primeiro tempo, e o ex-palmeirense Gabriel Veron, no segundo, marcaram os gols da partida.

O resultado deixa o Corinthians com os mesmos 12 pontos do início da rodada, mantendo o time do Parque São Jorge na zona de rebaixamento. O Cruzeiro vai a 23 e continua firme na briga por uma vaga no G-6. Na quarta-feira, a equipe corintiana tem confronto direto com o Vasco, no Rio de Janeiro, às 19h. No entanto, um pouco antes, às 18h30, os mineiros enfrentam o Grêmio, em Caxias do Sul (RS).

Leia também: São Paulo vence Red Bull Bragantino e se aproxima dos líderes

Para o duelo com o Cruzeiro, o técnico interino Raphael Laruccia ganhou o reforço do zagueiro Félix Torres, que retornou ao Corinthians após a eliminação do Equador na Copa América. Coincidentemente, o defensor teve participação direta no primeiro grande lance do jogo. O equatoriano deu bote atrasado e foi facilmente driblado por Matheus Pereira, que vive grande fase com a camisa celeste. Ele bateu rasteiro para abrir o placar logo aos cinco minutos.

Corinthians e Cruzeiro

O Corinthians foi para Belo Horizonte com uma estratégia clara: tentar reter a posse de bola para evitar que o bom meio-campo do Cruzeiro tivesse chances de criar jogadas perigosas. Condicionado ao gol sofrido no início do jogo, o time paulista se viu obrigado a ir ao ataque, mas esbarrou no ímpeto da equipe celeste. Os mineiros, que mantêm o 100% de aproveitamento em casa no Brasileirão, foram soberanos nas disputas na faixa central, desarmando e atacando com velocidade.

Com Romero no lugar de Coronado, coube somente à Rodrigo Garro a função de criar jogadas. Wesley, isolado na esquerda, foi facilmente marcado, enquanto Yuri Alberto até tentou se movimentar, mas não recebeu passes em boas condições. Em uma das poucas vezes em que a equipe alvinegra conseguiu fazer uma boa trama. Sendo assim, primeiro mandou a bola para as redes com Raniele, aos 40 minutos, mas o VAR indicou impedimento. Os corintianos equilibraram a partida no fim da etapa inicial, mas antes de as equipes irem para o intervalo, Barreal aproveitou a cochilada da marcação para bater da entrada da área e fazer 2 a 0 para os mineiros, aos 49.

Plano de reação

Aliás, qualquer plano de reação do Corinthians para o segundo tempo foi por água abaixo logo com dois minutos. No entanto, Gabriel Veron aproveitou a falha de Hugo na tentativa de cortar cruzamento da esquerda, e só empurrou para as redes, ampliando o placar para 3 a 0.

Com ampla vantagem no placar, o Cruzeiro se aproveitou da incapacidade dos corintianos em competir no mesmo nível tático e técnico, e administrou o resultado durante o restante da partida. Contudo, coronado e Pedro Henrique até assustaram na reta final, mas não foram efetivos para amenizar o resultado. Por fim, aos 43, Arthur Gomes fez o que seria o quarto do time celeste, mas o VAR assinalou impedimento.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 3 X 0 CORINTHIANS

CRUZEIRO – Anderson; William, Zé Ivaldo, Villalba (Neris) e Marlon; Lucas Romero (Ramiro), Lucas Silva (Filipe Machado), Barreal (Vitinho) e Matheus Pereira; Gabriel Veron (Robert) e Arthur Gomes. Técnico: Fernando Seabra.

CORINTHIANS – Matheus Donelli; Matheuzinho, Félix Torres, Cacá e Hugo (Matheus Bidu); Raniele (Pedro Henrique), Breno Bidon (Ryan) e Rodrigo Garro; Ángel Romero (Giovane), Yuri Alberto (Igor Coronado) e Wesley. Técnico: Raphael Laruccia (interino).

GOLS – Matheus Pereira, aos 5, e Barreal, aos 49 minutos do primeiro tempo. Gabriel Veron, aos 2 do minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Zé Ivaldo e Lucas Silva (Cruzeiro); Rodrigo Garro (Corinthians).

ÁRBITRO – Alex Gomes Stefano (RJ).

RENDA – R$ 3.137.608,00.

PÚBLICO – 55.186 torcedores.

LOCAL – Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape