ads-geral-topo
Internacional

Influencer de Deus: Carlo Acutis será o primeiro ‘santo millennial’

Acutis nasceu em 3 de maio de 1991 - os nascidos entre o início dos anos 1980 e meados dos anos 1990 são os considerados como da geração millennial

Por Estadão

3 mins de leitura

em 02 de jul de 2024, às 14h51

Foto: Reprodução/Vatican News

O Vaticano anunciou novas canonizações para o Jubileu do dia 20 de outubro e, entre os nomes que serão proclamados novos santos, está o do inglês Carlo Acutis, conhecido como “influencer de Deus”. Com isso, ele se tornará o primeiro santo millennial da Igreja Católica.

Acutis nasceu em 3 de maio de 1991 – os nascidos entre o início dos anos 1980 e meados dos anos 1990 são os considerados como da geração millennial – em Londres, no Reino Unido. Foi beatificado em 2020 após a Igreja reconhecer que ele teria intermediado um milagre: a cura de uma criança brasileira, de Mato Grosso do Sul.

Leia também: Cantor Oséas fará show gratuito no Festival de Inverno de Guaçuí

Primeiro santo millennial, Acutis, que morreu em 2006 vítima de leucemia, era um amante da internet e da fé católica, tendo criado sites religiosos e colaborado para a documentação e disseminação de milagres e conteúdos católicos online. Daí o apelido de “influencer de Deus”.

No entanto, a decisão sobre a canonização de Acutis foi tomada na última segunda-feira, 1º de julho, durante a celebração da Hora Terça e do Consistório Ordinário Público para a Canonização dos Beatos, presididos pelo Papa Francisco.

Além dele, catorze novos santos serão canonizados em 20 de outubro (confira lista mais abaixo). As informações foram divulgadas no Vaticano News.

Quem foi Carlo Acutis, o influencer de Deus?

Inglês de família italiana não religiosa, Acutis se mudou de Londres para Milão, na Itália, ainda criança, e aprendeu sobre a fé católica com uma babá. Contudo, o rapaz se tornou um católico fervoroso e, com seu talento na área de programação, criou sites para a divulgação da religião.

Aliás, em setembro de 2006, surgiram os primeiros sintomas de que seu corpo não estava bem e depois teve diagnóstico de uma leucemia fulminante. De acordo com o Vaticano News, Acutis entregou a Deus o pouco tempo de vida que lhe restava.

O jovem morreu no dia 12 de outubro de 2006 e foi beatificado no dia 10 de outubro de 2020. Na ocasião, a Igreja Católica atribui a ele milagre que teria ocorrido no Estado brasileiro em 2010, apesar de nunca ter vindo ao Brasil.

Isso porque uma criança com uma doença congênita, conforme o relato, se curou depois que o avô tocou as roupas do jovem inglês expostas em uma paróquia de Campo Grande.

Ainda segundo o Vatican News, a festa de Acutis é celebrada no mesmo dia de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro). Isso pela ligação do jovem com o Brasil. Portanto, o até então beato foi um dos patronos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de Lisboa e os seus restos mortais repousam na cidade italiana de Assis.

Quais são os outros santos a serem canonizados?

Além de Acutis, serão canonizados em 20 de outubro:

– Manuel Ruiz López e sete companheiros, da Ordem dos Frades Menores;

– Francisco, Mooti e Rafael Massabki, fiéis leigos, mártires;

– Giuseppe Allamano, sacerdote, fundador dos Institutos dos Missionários da Consolata e das Irmãs Missionárias da Consolata;

– Marie-Léonie Paradis (ao século Virginie Alodie), fundadora da Congregação das Pequenas Irmãs da Sagrada Família;

– Elena Guerra, fundadora da Congregação das Oblatas do Espírito Santo, conhecidas como as “Irmãs de Santa Zita”.

Estadao Conteudo

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape