ads-geral-topo
Segurança

Junho foi o melhor mês na queda de homicídios no Espírito Santo

Segundo dados divulgados pela Sesp, o mês registrou 41 homicídios dolosos desde o início da série histórica, mesmo considerando todos os meses do ano

Por Andrei Soares

2 mins de leitura

em 01 de jul de 2024, às 16h01

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (1º), a Sesp divulgou um relatório em que mostra que o mês de junho de 2024 foi o melhor na queda do número de homicídios no Espírito Santo, registrados desde 1996.

Segundo dados divulgados pela Sesp, o mês registrou 41 homicídios dolosos desde o início da série histórica, mesmo considerando todos os meses do ano. Além disso, junho registrou 18 homicídios a menos que o recorde anterior em 2019, com 59 registros.

No mesmo relatório mostra que janeiro registrou queda de 19,8%, seguido de fevereiro, com 19,3%. Já em março, o registro foi de 19,2%, seguido de abril com queda de 12,1% e maio, com 11,5%.

Leia também: ES fecha primeiro semestre com menor número de assassinatos em 28 anos

O governador Renato Casagrande afirmou que não há motivos de comemoração, mas destacou o trabalho que vem sendo realizado para a queda no número de homicídios no Espírito Santo.

“Fechamos o mês de junho com o melhor mês da série histórica, além do melhor semestre da série histórica. Temos que registrar, sem comemorar, pois ainda temos que trabalhar muito contra episódios de violência. Por isso temos o programa Estado Presente, que fortalece esse trabalho no Espírito Santo. Vamos continuar trabalhando para reduzir ainda mais”, afirmou Casagrande.

Programa Estado Presente

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Eugênio Ricas, disse que os resultados são reflexo de um trabalho de longa data, que busca alinhar, dentro do programa Estado Presente, o combate à criminalidade em todas as frentes.

“Temos que agradecer muito e elogiar nossos policiais, que têm feito um trabalho incrível de prisão de lideranças criminosas, além de combate diário e ostensivo às organizações envolvidas no tráfico de drogas. Além disso, temos um programa que é diretamente gerido pelo governador Renato Casagrande, o Estado Presente, que foca muito na parte social do problema. A longo prazo teremos grandes resultados e um Estado muito menos violento”, destacou Ricas.

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape