ads-geral-topo

Lira irado com invasão

Depois de declarar guerra ao ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL)

3 mins de leitura

em 02 de maio de 2024, às 09h28

Charge: Izânio Façanha
Charge: Izânio Façanha

Por Leandro Mazzini

Com Walmor Parente, Carol Purificação, Isabele Mendes e Luiza Melo

Negócios bélicos

Os últimos desentendimentos diplomáticos entre Brasil e Israel não interferiram nas relações de negócios bilaterais. Atualmente, a Força Aérea Brasileira possui três contratos com o país do Oriente Médio. E a Marinha informa que existem dois contratos com a empresa israelense ARES em andamento –para adequações de alças optrônicas para os Navios-Patrulha “Maracanã” e Oceânico Classe Amazonas. Os contratos citados estão sob a responsabilidade da Diretoria de Sistemas de Armas da Marinha. Conforme registrado pela Coluna, o Exército também dispõe de três contratos: das torres REMAX (R$ 380 milhões); das câmeras do SISFRON (R$ 32 milhões); e da torre de tiro UT30 (R$ 80 milhões), todos de fornecedores de Israel. Os contratos das três Forças são anteriores a outubro de 2023.

Lira irado

Depois de declarar guerra ao ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), abre fogo contra o ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira. Lira não engoliu a demissão do primo do Incra de Alagoas. E está irado com a invasão da sede do órgão após a nomeação de seu outro apadrinhado, Junior Rodrigues do Nascimento.

Onipresente

O presidente Lula da Silva, ministros palacianos e líderes do Congresso têm recorrido a um ex-presidente da Câmara dos Deputados para pedir conselhos sobre a atribulada relação com a atual gestão da Casa. Condenado no Mensalão (AP 470 do STF), o ex-deputado João Paulo Cunha (PT) atua quase como ministro informal. Evita exposição e holofotes, mas está sempre à disposição – ao telefone – para atender e orientar a turma petista.

Reveses

O ex-senador, ex-ministro e ex-líder de Governos no Congresso Nacional Romero Jucá (MDB-RR) segue sofrendo reveses na política. A última foi na sua base eleitoral – Alto Alegre (RR) – onde seu candidato Valdenir Magrão (MDB) foi derrotado pelo adversário Wagner Nunes (Republicanos) nas eleições suplementares de domingo, 28.

Agonia de Moro

O senador Sergio Moro (União-Paraná) tem até amanhã para se posicionar no Tribunal Superior Eleitoral sobre os recursos movidos pelo PT e PL pela cassação de seu mandato. Depois dessa etapa, o processo seguirá para o relator, que ainda não foi definido. Um dos cotados é o ministro Floriano Azevedo. O TRE do Paraná rejeitou por cinco votos a dois os pedidos de cassação do senador.

Convocação

A Agência Nacional de Mineração vai ter que explicar o motivo da suspensão do pagamento da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais aos municípios impactados pela mineração. O requerimento para o comparecimento dos diretores foi aprovado na Comissão de Minas e Energia. A iniciativa é do deputado federal Keniston Braga (MDB-PA).

ESPLANADEIRA

#IDIS divulga editais com foco na educação e na gestão sustentável da água. # 99 e Zletric expandem infraestrutura de recarga para veículos elétricos em SP. #Coursera e GRAMMY lançam especialização musical gratuita. #Pastelaria Viçosa de Brasília promove até dia 26 campanha “Eu e a Viçosa: Conte a sua história”. # Appian Capital Brazil e AtlanticNickel revitalizam agricultura familiar no Sul da Bahia com o Projeto Cacau. # Parceria com MV torna Hospital Geral do Grajaú (RJ) o 1º hospital público totalmente paperless, sob gestão do Instituto Sírio-Libanês.

As informações/opiniões aqui escritas são de cunho pessoal e não necessariamente refletem os posicionamentos do AQUINOTICIAS.COM

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.

ads-geral-rodape